Geral

Assassino de professor será julgado nesta terça em Camapuã

Conforme pauta de julgamento estabelecida pelo juiz Zidiel Infantino Coutinho, da Vara do Tribunal do Júri  de Camapuã, está marcado para esta terça-feira (14) o julgamento do jovem Edilson Ribeiro Silva, acusado de ter matado, dia 16 de novembro de 2009, o professor de matemática Divani Rodrigues da Silva, 52. Os integrantes do júri já foram convocados, […]

Arquivo Publicado em 14/09/2010, às 01h01

None

Conforme pauta de julgamento estabelecida pelo juiz Zidiel Infantino Coutinho, da Vara do Tribunal do Júri  de Camapuã, está marcado para esta terça-feira (14) o julgamento do jovem Edilson Ribeiro Silva, acusado de ter matado, dia 16 de novembro de 2009, o professor de matemática Divani Rodrigues da Silva, 52.


Os integrantes do júri já foram convocados, sendo sorteados vinte e cinco membros efetivos, mais cinco suplentes. Desse grupo serão escolhidos, no início da sessão do júri, os sete integrantes do Conselho de Sentença.


O início dos trabalhos está previsto para às 8h. A acusação estará a cargo da promotora de Justiça Marjorie de Oliveira Zanchetta, e a defesa do réu será feita pelo advogado criminalista Jaquessom Marcelino de Souza.


A expectativa da população de Camapuã é muito grande em relação ao julgamento, tendo em vista que, na época, o caso teve grande repercussão social. O professor era bastante conhecido e residia na cidade há diversos anos.


O Crime


O professor Divani Rodrigues da Silva foi encontrado morto no dia 16 de novembro, em sua casa no município de Camapuã.


Segundo informações, o professor morreu por estrangulamento. Ele foi encontrado morto deitado em sua cama.

Jornal Midiamax