Geral

Cláudio Freire: “Não tenho verba, mas tenho verbo”

Em entrevista concedida ao Programa Tribuna Livre, da FM Capital, o candidato ao governo do Estado, Claudio Freire (PSB), comentou os problemas pelos quais passa em sua campanha, devido à falta de recursos. Com 1% das intenções de voto, segundo a última pesquisa do Ibrape, o candidato foi incisivo: “Não tenho verba, mas tenho verbo”. […]

Arquivo Publicado em 01/01/2000, às 12h00

None

Em entrevista concedida ao Programa Tribuna Livre, da FM Capital, o candidato ao governo do Estado, Claudio Freire (PSB), comentou os problemas pelos quais passa em sua campanha, devido à falta de recursos. Com 1% das intenções de voto, segundo a última pesquisa do Ibrape, o candidato foi incisivo: “Não tenho verba, mas tenho verbo”.

E tem mesmo. Durante 20 minutos de bate papo com o apresentador Rui Pimentel, Freire, que é filosofo, com mestrado e doutorado, disse que a humanidade vive hoje a “Era da Imagem”, e que vai aproveitar o melhor possível o seu tempo na TV: “Quem não aparece não é lembrado. Vivemos a Era da Imagem. Quero levar à população todos os prejuízos que sofremos nestes últimos 10 anos de neoliberalismo”.

Em relação à falta de verbas para a campanha, Freire disse estar contando com a colaboração dos simpatizantes: “Não podemos mentir. Faz parte da minha provação de educar o povo. Costumo dizer que não se ganha eleição com dinheiro e sim com voto”, opinou.

Jornal Midiamax