A Ponte Preta fez uma grande exibição nesta quarta-feira e chegou ao quarto jogo sem derrota no Campeonato Paulista, ao derrotar o por 3 a 0, na Arena NicNet, pela sexta rodada, em Ribeirão Preto. O resultado acirra ainda mais a briga pela classificação do Grupo B com , Água Santa e Guarani.

O time alvinegro chegou aos nove pontos no grupo que tem o Palmeiras na liderança, com dez. Já o Botafogo perdeu a oportunidade de ficar em boa situação no Grupo D e acabou na lanterna, com oito pontos, atrás de , Novorizontino e São Bernardo.

A Ponte Preta foi cirúrgica no primeiro tempo e aproveitou as oportunidades para abrir vantagem. Logo aos dois minutos, Iago Dias recebeu de Elvis na direita e tentou cruzar. A bola ganhou efeito e surpreendeu o goleiro João Carlos. Na frente, o time campineiro deu a bola para o adversário, que saiu na pressão.

Com mais volume de jogo, o Botafogo pressionou a Ponte, que se defendeu com “unhas e dentes”. Aos 22, Leandro Maciel cobrou escanteio na cabeça de Bernardo Schappo. O zagueiro exigiu grande defesa do goleiro Pedro Rocha, à queima-roupa. O goleiro voltou a brilhar, no lance seguinte, no arremate de Matheus Barbosa.

O Botafogo tentou de todos os jeitos e ainda viu João Gabriel salvar uma bola em cima da linha em lance de Alex Sandro. Se não bastasse a má sorte, o time da casa sofreu o segundo aos 40. Jeferson Jeh recebeu sozinho, dentro da área, e deu um leve desvio, na saída de João Carlos, para fazer 2 a 0.

No segundo tempo, o Botafogo não teve tanta liberdade para atacar. O clube de Ribeirão Preto abriu mão do esquema com três defensores, e postou-se de forma ofensiva em campo, mas encontrou uma Ponte Preta recuada. A equipe alvinegra fechou os espaços do rival e não o deixou criar.

A Ponte Preta aguardou o momento certo para liquidar a fatura. Aos 34, o Botafogo subiu a linha, mas viu Ramon roubar a bola, acionar o contra-ataque e acionar Gabriel Novaes, que devolve para o camisa 21. Ele deu uma cavada para superar o goleiro João Carlos e confirmar o triunfo por 3 a 0.

Na próxima rodada, a Ponte Preta enfrenta o São Paulo no sábado, às 16h, no Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas. No domingo, às 16h, o Botafogo visita a Inter, no Major Levy Sobrinho, em Limeira.

FICHA TÉCNICA

BOTAFOGO 0 X 3 PONTE PRETA

BOTAFOGO – João Carlos; Fábio Sanches (Negueba), Lucas Dias e Bernardo Schappo; Wallison, Matheus Barbosa, Leandro Maciel (Thalles) e Jean (Patrick Brey); Alex Sandro, Douglas Baggio e Alves (Toró). Técnico: Paulo Gomes

PONTE PRETA – Pedro Rocha; Haquín, Edson (Castro) e Nilson Júnior; João Gabriel, Feliphinho (Ramon), Emerson Santos (Léo Naldi), Elvis e Gabriel Risso; Iago Dias (Dodô) e Jeferson Jeh (Gabriel Novaes). Técnico: João Brigatti.

GOLS – Iago Dias, aos dois, e Jeferson Jeh, aos 40 minutos do primeiro tempo. Ramon, aos 34 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO – Matheus Delgado Candançan.

CARTÕES AMARELOS – Leandro Maciel e Wallison (Botafogo); Emerson Santos, Iago Dias e Jeferson Jeh (Ponte Preta).

RENDA – R$ 97.565,00.

PÚBLICO – 3.923 torcedores.

LOCAL – Arena NicNet, em Ribeirão Preto (SP).