Desde que voltou à 1ª divisão do paraguaio no ano passado, a equipe 2 de Mayo, de Pedro Juan Caballero, virou sensação na fronteira com , no . O bom desempenho tem conseguido adeptos até do lado brasileiro.

Na maioria dos jogos que acontecem no estádio Rio Parapití, em Pedro Juan, os torcedores têm comparecido em Massa. Na noite desta sexta-feira (19), por exemplo, o 2 de Mayo enfrenta o Cerro Portenho, que também disputa a Libertadores da América.

A partida está marcada para as 20h30 e já é apontada como uma final antecipada e conta com arbitragem Mario Díaz de Vivar e VAR de Fernando López. Dos 25 mil lugares disponíveis, 22 mil já foram vendidos.

O time de Pedro Juan vem de uma contra o Sportivo Trinidense por 2 a 1. No primeiro jogo realizado em Assunção, no Defensores del Chaco, o confronto foi encerrado pelo juiz em virtude uma briga entre torcedores do El Ciclon, como é chamado o Cerro Portenho.

Como o placar da partida estava em 0 a 0, a federação paraguaia atribui os pontos para a equipe de Pedro Juan Caballero

Comando por Felipe Giménez, ex-jogador do Barça, o 2 de Mayo, também conhecido pelos torcedores como El Gallo Norteño, ocupa o quarto lugar da competição e está apenas 8 pontos atrás do Libertad, que é o líder.