O poderá ser paralisado durante a Copa América, que vai ser disputada nos entre os dias 20 de junho e 14 de julho. Luís Carlos Azevedo, gerente de futebol do Flamengo, revelou, nessa quinta-feira (15), após a vitória do time rubro-negro sobre o Bangu, em Aracaju, no Sergipe, pela Taça Guanabara, que um ofício, assinado também por Athletico-PR, Atlético-MG, Botafogo, Bragantino, Fluminense, Palmeiras, e Vasco, foi enviado à CBF (Confederação Brasileira de Futebol).

“Este tema está sendo tratado diretamente pelo presidente (Rodolfo Landim), pelo vice-presidente (Rodrigo Dunshee) e o (Bruno) Spindel (diretor-executivo de futebol). Existe, sim, uma conversa para que tenha uma atenção, para que os clubes tenham prejuízo a menos”, disse Luís Carlos em coletiva de imprensa.

Desfalque de jogadores

Como a Copa América faz parte do calendário da Fifa, os clubes são obrigados a liberar seus jogadores, o que deverá causar vários desfalques nas equipes para a disputa das rodadas do previstas para o período. Vale lembrar que vários jogadores de seleções sul-americanas pertencem a equipes brasileiras.

A sugestão dos clubes é que ocorra uma inversão desses jogos do Brasileirão com as disputas das oitavas e quartas de finais da Copa do Brasil, com as finais desta competição sendo disputadas apenas em 11 e 15 de dezembro, no término do calendário nacional.

Com informações da Agência Estado