Em um duelo de topo da tabela, o chegou a estar vencendo o Nova Iguaçu por 2 a 0. N do jogo, porém, brilhou a estrela do centroavante Carlinhos,que marcou duas vezes e empatou o confronto em 2 a 2, no único jogo deste sábado da Taça Guanabara, o primeiro turno do Campeonato Carioca. A partida aconteceu no Bezerrão, no Distrito Federal, e confrontou o segundo (Botafogo) e o terceiro colocados da classificação.

Com o empate cedido no final, o Botafogo chega aos 11 pontos, dois a menos do que o líder Fluminense, que enfrenta neste domingo o Boavista (5º colocado com nove pontos). O resultado esfria o embalo do time do técnico Tiago Nunes, que na próxima quarta terá pela frente seu primeiro clássico na temporada diante do Flamengo.

Mesmo com as condições do campo do Bezerrão longe das ideais, as equipes conseguiram criar algumas oportunidades no primeiro tempo, mas o Botafogo só abriu o placar aos 44 minutos. Hugo cobrou falta pelo lado direito do ataque. Três jogadores surgiram livres no meio da área para finalizar, mas foi o zagueiro Lucas Halter quem tocou de cabeça para marcar. Foi o seu primeiro gol com a camisa botafoguense.

“Muito feliz com meu jogo aéreo, venho trabalhando muito no dia a dia e é algo muito gratificante pra mim”. O duelo deste sábado contra o Nova Iguaçu, foi o seu quinto jogo pelo time carioca.

O Botafogo voltou com Jeffinho no lugar de Tiquinho Soares, que saiu com indisposição. E foi dele a melhor chance no início do segundo tempo. Em jogada individual, o atacante bateu da entrada a área de perna direita. O goleiro Fabrício Santana espalmou para escanteio.

Aos 18 minutos, Júnior Santos invadiu a área do Nova Iguaçu pela direita e, quando já estava à frente do zagueiro, foi ao chão. O pênalti foi marcado após revisão do VAR. Eduardo cobrou deslocando o goleiro e fez 2 a 0 para o Botafogo.

O Nova Iguaçu fez seu gol logo na sequência. Carlinhos aproveitou desatenção da zaga, invadiu a área pela esquerda e bateu cruzado para diminuir a vantagem. O atacante empatou aos 43 minutos. Após cobrança de falta, ele apareceu no meio da área e esticou a perna esquerda para marcar seu segundo gol no jogo e seu quinto na competição.

Neste Carioca, o atacante do Nova Iguaçu marcou contra Flamengo, e Botafogo. Ele não atuou contra o Fluminense, por estar suspenso. Carlinhos é o artilheiro com cinco gols em cinco partidas. Na próxima rodada da Taça Guanabara, o Nova Iguaçu recebe o Madureira, quarto colocado, na quinta.

FICHA TÉCNICA

BOTAFOGO 2 X 2 NOVA IGUAÇU

BOTAFOGO – John Victor (Gatito Fernández); Tchê Tchê (Nilton), Lucas Halter, Bastos e Hugo; Danilo Barbosa (Kayque), Marlon Freitas e Eduardo (Raí); Tiquinho Soares (Jeffinho), Júnior Santos e Victor Sá. Técnico: Tiago Nunes.

NOVA IGUAÇU – Fabricio Santana; Cayo Tenório (Yan), Gabriel Pinheiro, Sérgio Raphael e Maicon Esquerdinha; Fernandinho (Ronald), Albert, Xandinho (Lucas Campo) e Yago Ferreira (João Victor); Carlinhos e Bill (Emerson Carioca). Técnico: Carlos Vitor.

GOLS – Lucas Halter, aos 44 minutos do primeiro tempo; Eduardo (pênalti), aos 21 minutos do segundo tempo; Carlinhos, aos 23 minutos e aos 43 minutos do segundo tempo

CARTÕES AMARELOS – Xandinho, Carlinhos, Fernandinho, Gabriel Pinheiro e Ronald (Nova Iguaçu), Bastos e Danilo Barbosa (Botafogo).

ÁRBITRO – Alexandre Vargas Tavares de Jesus

RENDA – R$ 515.846

PÚBLICO – 5.710 presente.

LOCAL – Estádio Bezerrão, em Gama (DF).