Um torcedor do morreu e outro ficou ferido após serem atingidos por um rojão nos arredores do estádio Mangueirão, na noite de quarta-feira, antes do jogo com o Remo pela terceira fase da Copa do Brasil, em Belém. A Polícia Militar do confirmou a informação.

Segundo a PM, o incidente aconteceu na avenida Augusto Montenegro. Os torcedores foram encaminhados para o Hospital Metropolitano, na capital paraense. O estado de saúde do homem que sobreviveu não foi divulgado.

As autoridades realizam buscas para prender os suspeitos de terem atirado o rojão. A Polícia Civil ainda não identificou o nome dos torcedores corintianos que foram atingidos.

Imagens do incidente rapidamente circularam pelas após o ocorrido. Páginas relacionadas ao Corinthians dão conta de que o ataque foi realizado por uma organizada do Paysandu por causa de uma antiga rixa.

Nesta quinta-feira, a organizada corintiana Pavilhão Nove publicou uma nota nas redes sociais informando a morte do sócio e diretor Rafael Merenciano, mas sem mencionar o incidente em Belém. Ao Estadão, um membro da uniformizada afirmou que o torcedor em questão é o homem que morreu no ataque com um rojão nos arredores do Mangueirão.

Com a bola rolando, o Corinthians foi derrotado por 2 a 0, em partida válida pela ida da terceira fase da Copa do Brasil. O jogo de volta está marcado para 26 de abril, na Neo Química Arena, em São Paulo. A equipe corintiana precisa vencer por três gols de diferença para se classificar ou por dois gols para levar a decisão para os pênaltis.