A Fifa divulgou, nesta quinta-feira (6), a atualização do seu ranking de seleções. E veio a confirmação da queda da seleção do Brasil após a derrota por 1 a 0 em amistoso para o Marrocos, há duas semanas.

Até então primeira colocada, a seleção pentacampeã foi ultrapassada pela . A atual campeã mundial é a nova líder. Além disso, a França, vice-campeã do mundo, agora também é vice-líder do ranking.

Na Data Fifa de março, período em que a seleção brasileira perdeu para os marroquinos, donos da 11.ª colocação da Fifa, a Argentina fez dois amistosos. Goleou Curaçao por 7 a 0, com hat-trick de Lionel Messi, e fez 2 a 0 sobre o Panamá. Neste jogo, o camisa 10 marcou o gol número 800 de sua carreira.

A seleção francesa, por sua vez, fez 4 a 0 na Holanda e 1 a 0 na Irlanda nas Eliminatórias da Eurocopa.

Seleção da Bélgica aparece na quarta posição

Contudo, o restante do top 10 do ranking não teve alterações e segue formado, nesta ordem, do quarto ao décimo, por , Inglaterra, Holanda, Croácia, Itália, Portugal e Espanha. Assim, a maior ascensão da classificação foi da República Centro-Africana, que subiu dez posições para alcançar o 122º lugar e está perto de se classificar para sua primeira Africana das Nações.

Seleções de fora do primeiro escalão da Europa também conseguiram saltos grandes, caso da Sérvia, que subiu quatro lugares para alcançar a 25.ª colocação, e da Romênia, 46.ª colocada depois de ganhar seis posições. Os africanos Argélia e Egito subiram seis e quatro posições para ficarem em 34.º e 35.º, respectivamente.

Na América do Sul, os melhores colocados depois de Brasil e Argentina são Uruguai, em 16.º lugar, e Colômbia, em 17.º. A tetracampeã Alemanha, que liderou o ranking pela última vez em 2018, continua fora do top 10, em 14º lugar.