O atacante Neymar passou, nesta sexta-feira (10), por cirurgia para corrigir lesão sofrida no tornozelo direito há pouco mais de 3 semanas. O Paris Saint-Germain informou em nota que a operação, com a participação de Rodrigo Lasmar, da Seleção Brasileira e do Atlético-MG, teve sucesso.

O procedimento cirúrgico aconteceu no hospital Aspetar, em Doha, no Catar. Também teve a presença dos médicos James Calder e Pete D’Hoodge. Segundo nota do , “tudo correu bem” e, a partir de agora,”o jogador seguirá um protocolo de descanso e cuidados”.

Assim, a previsão de retorno é de 4 meses, portanto, ele não deve mais jogar na atual temporada europeia, que se encerra em maio.

Neymar se lesionou em 19 de fevereiro

Neymar se machucou no dia 19 de fevereiro, em jogo do Campeonato Francês contra o Lille. Na partida, ele pisou em no gramado e acabou virando o pé. O brasileiro, então, deixou o gramado de maca, chorando muito.

O PSG adotou tratamento convencional confiante em recuperá-lo a tempo para a volta das oitavas de final diante do Bayern, em Munique, na terça-feira (7). Contudo, o tratamento não obteve êxito e a cirurgia em Neymar acabou sendo inevitável.

Sem Neymar em campo, o time parisiense foi eliminado da Liga dos Campeões, quando perdeu por 2 a 0 para o Bayern no jogo de volta das oitavas de final, após derrota por 1 a 0 na partida de ida.

Eliminado também da Copa da França, nas quartas de final, pelo Olympique de Marselha, a equipe usará o restante da temporada para tentar confirmar o título do Campeonato Francês, do qual é líder com 63 pontos, 8 pontos à frente do Olympique, segundo colocado. Restam 12 rodadas para o fim da liga nacional.

Saiba Mais