(MG) foi palco de intensa competição entre os dias 13 e 15 de outubro, com o de Xadrez Escolar 2023, que atraiu jovens enxadristas de todo o país para uma disputa acirrada e repleta de estratégia. participou com êxito da competição, terminando com 13 atletas entre os mais bem colocados – um troféu de campeão e 12 medalhas.

A equipe sul-mato-grossense foi constituída por 37 enxadristas, dos municípios de Campo Grande, Deodápolis, Jardim, e Três Lagoas, e contou com apoio da Fundesporte (Fundação de Desporto e Lazer).

Organizado pela CBXE (Confederação Brasileira de Xadrez Escolar), o evento foi disputado no Colégio Militar de Belo Horizonte no feminino e masculino, com atletas de 13 classes etárias, da sub-5 à sub-18.

Invicto

Erik Kazuhiro Shikasho foi o principal destaque da delegação. Após seis partidas, o campo-grandense faturou o troféu de ouro na categoria sub-16. Foram quatro vitórias e dois empates.

Para o técnico Matheus Garcett, Mato Grosso do Sul tem despontado no xadrez de base. “O campeonato reuniu atletas de todas as regiões do país e o interessante é que Mato Grosso do Sul tem se tornado um grande polo do xadrez, principalmente na categoria de base. No ano passado, tivemos dois vices e agora voltamos com um título e um vice, uma conquista muito grande”, diz.

Jamilly Maciel Cortez também se sobressaiu, alcançando o segundo lugar na classe sub-14. Ambos são contemplados pelo Bolsa Atleta, programa do Governo do Estado.

xadrez
Treinador Matheus e Erik, troféu de ouro no sub-16 (Divulgação)

Mestres do xadrez

O treinador enfatizou ainda a elevada qualidade técnica da competição. “Nas categorias do Erik e da Jamilly, por exemplo, havia jogadores mestres e muitos outros renomados, que já participaram de competições fora do Brasil, inclusive pela seleção brasileira. Todas as categorias estavam bem fortes”, revela.

Grande parte dos enxadristas da delegação sul-mato-grossense integra o Prodesc (Programa MS Desporto Escolar), coordenado pela Fundesporte (Fundação de Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul) junto à SED (Secretaria de Estado de Educação), que oferece treinamento esportivo no contraturno das aulas em escolas da Rede Estadual de Ensino. Hoje, o xadrez é ofertado em 72 instituições de ensino, de 26 municípios.

“Pela primeira vez na história do Prodesc, conseguimos levar uma delegação com atletas do programa, com cinco municípios representantes. Foi maravilhoso, pois as estavam muito ansiosas com a viagem e a competição, uma vez que foi a primeira vez de muitos. As expectativas eram grandes e voltamos com bastante pódios de uma competição de alto nível”, salienta o professor Marcelo da Silva, coordenador do xadrez no Prodesc e chefe da delegação no campeonato.

Ao todo, 26 estudantes-atletas do Prodesc participaram da competição e oito ficaram no top-10. No Campeonato Brasileiro de Xadrez Escolar, foram premiados com troféu apenas os primeiros colocados e os demais (top-10) receberam medalhas. Confira todos os atletas de Mato Grosso do Sul que se destacaram:

  • Erik Shikasho – campeão (sub-16)
  • Jamilly Cortez – vice-campeã (sub-14)
  • Mariana Yassuda – 4º lugar (sub-13)
  • Anna Clara Cavalcante – 4º lugar (sub-15)
  • Arthur Neres de Souza – 5º lugar (sub-14)
  • Cristian Ernandes Matos – 6º lugar – sub-16
  • Karinny Shikasho – 7º lugar – sub-13
  • Ana Beatriz Castilho – 7º lugar – sub-12
  • Carlos Eduardo da Silva – 7º lugar – sub-13
  • Arthur Pereira Vale – 8º lugar – sub-12
  • Enzo Mazzochin – 9º lugar (sub-13)
  • Mariany Leonardo da Silva – 9º lugar (sub-18)
  • João Pedro Uchoas – 10º lugar – sub-8