A Serc/UCDB e o DEC/Operário tem sua primeira missão na temporada: a 5ª Supercopa Feminina de Futsal. As equipes representam o Estado na competição nacional, que acontece em Cascavel (PR).

As disputas começam nesta quarta-feira (22) e seguem até domingo (26), no Ginásio Francisco Odilon Reinhardt, o popular Ginásio da Neva. A Serc/UCDB é apoiado pela (Fundação de Desporto e Lazer de MS.

Com realização da CBFS (Confederação Brasileira de Futsal), o torneio reúne seis das principais equipes do país, que se destacaram na última edição da Taça Brasil de Clubes – Divisão Especial, Copa do Brasil e LFF (Liga Feminina de Futsal).

O campeão da Supercopa garante vaga para a Copa da América 2023, que terá sede no Paraguai, entre os dias 4 e 11 de junho.

Os demais clubes são: São José Futsal Feminino (SP), Instituto Lince/Taboão da Serra (SP), Associação Leoas da Serra (SC) e Instituto Eliberto Stein/Cascavel (PR).

supercopa
Serc preparada para a competição (Foto: Divulgação)

Revanche

Comandada pelo técnico Luiz Fernando Borges Daniel, o Nando, a Serc/UCDB estreia na competição, nesta quarta-feira (22), diante do Stein Cascavel (PR), adversário que enfrentou na final da Taça Brasil no ano passado, em Campo Grande. O time da Capital perdeu de 3 a 0.

“Estamos treinando há muito tempo para essa competição. Sabemos que vamos enfrentar equipes de nível internacional e que os resultados podem ser definidos em qualquer detalhe, serão jogos bem equilibrados”, destaca o treinador.

Reforço

Já pensando na Supercopa e nos demais compromissos da temporada, que inclui participação inédita na LFF, a equipe sul-mato-grossense conta com reforços no plantel. O técnico Nando terá à sua disposição três atletas com rodagem em clubes de ponta do país, com experiência em diversas competições nacionais: a fixa Michaelen Martins (Micha), a fixa/pivô Daniele Quinto (Danny) e a goleira Jennifer Beatriz Barbosa.

“São três atletas de qualidade, que vão agregar ainda mais experiência ao nosso time, possibilitando diversas trocas ao longo da competição, que é de alto nível e exige um elenco reforçado. Acredito que será um bom ano para a gente, vamos fazer a equipe encaixar para buscar as vitórias”, completa Nando, que liderou a Serc/UCDB na campanha do vice-campeonato inédito na elite da Taça Brasil em 2022.

A Serc/UCDB vai com 15 atletas para Cascavel (PR): Ana Moura, Bruna Elisbão (Bruninha), Daniele Quinto (Danny), Danieli Rodrigues, Janaina Fernandes, Jennifer Barbosa, Julia Namie, Laura Pacheco, Luana França, Maysa Rodrigues, Michaelen Martins (Micha), Queila Santos, Thais Fragoso, Thaynara Recaldes e Vanessa Lima. A comissão técnica é formada por Luiz Fernando Borges (técnico), Dayane Sochor e Carlos Alberto Oliveira (auxiliares técnicos).

Estreante

Pela primeira vez na história, o Operário irá disputar a Supercopa de Futsal Feminino. Após chegar na semifinal da Copa do Brasil por 2 anos consecutivos e estrear na Taça Brasil jogando em casa no ano passado, o Galo inicia a temporada tendo logo que enfrentar uma das principais competições do futsal nacional.

supercopa
DEC/Operário também representa MS (Foto: Lucas Mendonça/Operário)

Em 2022, a CBFS chegou a anunciar que o torneio seria realizado com a presença das campeãs da Copa do Brasil (Stein), Taça Brasil (Leoas da Serra) e do Novo Futsal Feminino Brasil – NFFB (Taboão da Serra), mas ainda no primeiro semestre, por decisão da entidade, a Supercopa foi adiada.

O primeiro compromisso do Operário/DEC será na próxima quarta-feira (22) às 16h30 (horário de MS) contra o São José Futsal. O segundo e decisivo embate que vale uma vaga para a semifinal será contra o Taboão da Serra no mesmo horário da estreia. O técnico Luís Gustavo falou sobre o nível dos adversários e da expectativa para o começo da Supercopa de Futsal Feminino.

Para 2023, a CBFS resolveu repaginar o formato da competição, incluindo um total de 6 clubes com campanhas de destaque no ano anterior, dentre eles o Operário/DEC. O Alvinegro que terminou em terceiro na Copa do Brasil de 2022 está no grupo A ao lado do São José Futsal (5º colocado na Copa do Brasil) e o Taboão Magnus (campeão da Copa do Brasil e vice-campeão LFF).

supercopa
Galo é estreante na competição (Foto: Lucas Mendonça/Operário)

Operário também tem reforço

Acreditando na evolução do grupo como aconteceu no ano passado, a goleira Jhow, que voltou a defender a meta operariana no fim do ano passado após um período de quase 3 meses parada. Em 2022 no jogo de volta da semifinal da Copa do Brasil contra o Stein, sobrou para a capitã Mirella a responsabilidade de “se virar” de baixo das traves.

Para que situações delicadas como essa não voltem a acontecer, Jhow vai poder contar com uma companheira de posição, a goleira Poly um das ‘caras novas’ do Operário/DEC.

Dentre as novas contratadas que chegam para fortalecer o elenco, está a Fabi jogadora que estava atuando no Irati-PR. “Eu vejo uma diferença enorme de você jogar um Campeonato Paranaense Série Prata para estar jogando agora uma Supercopa, é um up na carreira enorme. Todo atleta sonha em jogar essas competições de alto nível”, ressalta Fabi.

Além de Fabi e Poly chegaram para reforçar o Galo as jovens promessas Duda, que chegou para compor o time no Estadual de 2022, e a experiente Bruninha, com passagens por agremiações de renome no futsal nacional como Araraquara, Taboão da Serra, Santo André, Araçatuba e Ferroviária.

A ala/fixa chega com moral após conquistar o Campeonato Mundial de Futebol de Salão com a Seleção Brasileira na nesse mês.

Formato da Supercopa Feminina de Futsal

Na primeira fase, as equipes estão divididas em dois grupos, com três componentes cada. O grupo A conta com São José (SP), Taboão (SP) e Dec/Operário (MS). Já o B tem Serc/UCDB (MS), Leoas da Serra (SC) e Stein Cascavel (PR).

Conforme o regulamento, os times se enfrentam entre si dentro de seus grupos. Os dois melhores avançam às semifinais, formadas em sistema de cruzamento olímpico (1ºA x 2ºB e 1ºB x 2º A). A partir das semifinais, em caso de empate no tempo normal, a partida vai para prorrogação. Persistindo o empate no tempo extra, o classificado será definido nos pênaltis.

Todos os jogos serão transmitidos ao vivo pelo canal oficial da CBFS no Youtube, neste link.

Confira a tabela completa de jogos, com os horários já no fuso de Mato Grosso do Sul:

1ª fase – Classificatória

  • 1ª rodada (22/03 – quarta-feira)

16h30 – São José (SP) x Dec/Operário (MS)

18h30 – Stein Cascavel (PR) x Serc/UCDB (MS)

  • 2ª rodada (23/03 – quinta-feira)

16h30 – Dec/Operário (MS) x Taboão (SP)

18h30 – Serc/UCDB (MS) x Leoas da Serra (SC)

  • 3ª rodada (24/03 – sexta-feira)

16h30 – Taboão (SP) x São José (SP)

18h30 – Stein Cascavel (PR) x Leoas da Serra (SC)

2ª fase – Semifinal

  • Semifinal (25/03 – sábado)

16h30 – 1º classificado grupo “A” x 2º classificado grupo “B”

18h30 – 1º classificado grupo “B” x 2º classificado grupo “A”

3ª fase – Final

  • Final (26/03 – domingo)

16h – Vencedor semifinal 1 x vencedor semifinal 2