O venceu o Fortaleza por 1 a 0 na noite deste sábado, no Estádio da Serrinha, em (GO), e abriu distância da zona do rebaixamento no Campeonato Brasileiro. O único gol do jogo foi contra, marcado por Tobias Figueiredo, no início do segundo tempo. O time da casa ainda conseguiu balançar as redes em outras duas oportunidades, que foram anuladas após participações do VAR.

O Goiás quebrou uma sequência de dois jogos sem vitória e chegou aos 19 pontos, subindo para a 15ª colocação e abrindo quatro pontos do Bahia, primeiro time dentro do Z-4, que também tem Vasco, América-MG e Coritiba.

Para o Fortaleza, o resultado representou a quarta derrota nos últimos cinco jogos. O time estacionou nos 23 pontos e caiu para a 12ª posição na tabela. Pelo Brasileirão, a última vitória dos cearenses aconteceu diante do Athletico-PR, por 1 a 0, no dia 9 de julho. Depois, perdeu para Cuiabá, Palmeiras e Red Bull Bragantino.

Com muita posse de bola, o Fortaleza não conseguiu passar pela forte marcação imposta pelo Goiás. Os dois times fizeram um primeiro tempo marcado pelo forte equilíbrio e pelas poucas oportunidades efetivas de gol. Visitante, o time nordestino ficou a maior parte do tempo tocando a bola no setor defensivo.

A principal chance foi do Fortaleza. Yago Pikachu invadiu a área do Goiás em velocidade, mas não conseguiu passar pelo goleiro Tadeu, que fez bela defesa para manter o zero no placar. Pelo lado do time goiano, Hugo e Edu exigiram boas participações do goleiro João Ricardo.

Um lance inusitado movimentou o placar. Aos sete minutos do segundo tempo, Tobias Figueiredo se esticou para cortar uma investida do Goiás e acabou tocando contra a meta defendida por João Ricardo. Aproveitando a força da torcida, o Goiás saiu na frente dos cearenses.

O Goiás chegou ao segundo gol aos 22 minutos. Allano aproveitou belo contra-ataque, recebeu livre de Anderson Oliveira e venceu o goleiro João Ricardo, mas após participação do VAR, foi identificado impedimento e o lance foi anulado.

O VAR foi novamente protagonista na partida aos 41, quando o Goiás aproveitou nova jogada de contra-ataque e Allano achou João Magno livre para tocar para o gol aberto. Após análise, o árbitro Leandro Pedro Vuaden foi chamado para ver um lance na origem da jogada e confirmou falta em Marinho. Na cobrança, a bola desviou e acertou a trave de Tadeu.

Aproveitando os espaços deixados pelo Fortaleza, o Goiás teve mais uma grande chance para matar o jogo. Aos 52 minutos, Allano ganhou da marcação, invadiu a área e acertou a trave de João Ricardo. O jogo terminou com o Fortaleza colocando pressão, mas sem conseguir evitar a derrota.

O Goiás entra em campo na próxima quarta-feira, às 19h, para enfrentar o Estudiantes-ARG, pelas oitavas de final da Sul-Americana, no Serra Dourada. O time brasileiro terá que tirar uma desvantagem de três gols para se classificar porque perdeu fora por 3 a 0. O Fortaleza encara o Libertad, na terça-feira, às 19h, no Castelão. No primeiro jogo, o time cearense venceu por 1 a 0. Agora só precisa empatar.

FICHA TÉCNICA:

GOIÁS 0 X 0 FORTALEZA

GOIÁS – Tadeu; Maguinho, Lucas Halter, Sidimar (Edu) e Hugo; Willian Oliveira, Morelli e Guilherme Marques (Higor Meritão); Anderson Oliveira, Vinicius (João Magno) e Matheus Babi (Allano) Técnico: Armando Evangelista.

FORTALEZA – João Ricardo; Brítez, Tobias Figueiredo (Dudu), Titi e Escobar; Caio Alexandre (Lucas Crispim), Pedro Augusto, Pochettino (Thiago Galhardo) e Yago Pikachu (Machuca); Marinho e Silvio Romero (Lucero). Técnico: Juan Pablo Vojvoda.

GOL – Tobias Figueiredo (contra), aos sete minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO – Leandro Pedro Vuaden (RS).

CARTÕES AMARELOS – Edu (GOI); Caio Alexandre, Dudu e Lucero (FOR).

RENDA – R$ 152.180,00.

PÚBLICO – 8.384 total.

LOCAL – Estádio da Serrinha, em Goiânia (GO).