Pela primeira vez surdos de Mato Grosso do Sul participaram da etapa nacional da Surdolimpíada, em Londrina (PR), no último . Atletas sul-mato-grossenses competiram no evento nacional, nas modalidades individuais e em duplas de boliche, vôlei de praia e mountain bike.

No boliche, Rivair Souza da Silva, surdoatleta de , ganhou medalha de ouro. Com o resultado, está convocado para representar o país na Surdolimpíada Mundial, que será realizada em , no Japão, em 2025. 

“A competição foi muito difícil, porque os atletas eram experientes. Quando soube que iria defender o Estado na Surdolimpíada, comecei a estudar os movimentos, com a ajuda do YouTube, as pegadas, a movimentação do braço e velocidade do arremesso. Vou continuar treinando para me sair bem também na Surdolimpíada Mundial”, ressalta Rivair.

O atleta conta com apoio da (Fundação de Desporto e Lazer) e Setescc (Secretaria de Estado de Turismo, Esporte, Cultura e Cidadania).

surdo
Rivair comemorou o outro (Divulgação, FDSMS)

Os representantes sul-mato-grossenses são vinculados à FDSMS (Federação Desportiva dos Surdos de Mato Grosso do Sul). O Presidente da entidade, Adriano Gianotto, ressalta que é importante valorizar a prática esportiva, pois influencia em várias áreas, inclusive na saúde mental dos atletas. 

“Me senti muito feliz pela conquista da medalha de ouro para o boliche, não é fácil a concorrência, as federações são fortes, foi uma conquista incrível. Os atletas precisam de orientação, foco, e paciência”, frisa.

surdo
Tábata ficou em 5º no ciclismo (Divulgação, FDSMS)

Resultados

FDSMS (FEDERAÇÃO DE DESPORTOS DE SURDOS DE MS) – 9° Lugar geral.

Ciclismo Montain Bike

  • Feminino: Tábata Larissa Rodrigues Lopes (5° lugar).
  • Masculino: Isaac Péricles Maia de Medeiros (14° lugar).

Boliche Masculino

  • Rivair Souza da Silva (1° lugar).
  • Jarbas Batista de Almeida (9° lugar).
Atletas surdos de MS (Divulgação, FDSMS)

Saiba Mais