O atacante Neymar deve ter o seu contrato suspenso com o Al-Hilal, da Arábia Saudita, a pedido do técnico Jorge Jesus. A decisão surpreendente não tem por objetivo excluir o jogador do time por causa da grave lesão no joelho esquerdo. Esta deve deixar o jogador de 8 a 10 meses fora do gramados. A medida, se confirmada, se deve a uma questão burocrática.

Segundo o jornal italiano Corriere dello Sport, o clube árabe gostaria de liberar uma vaga para compra de jogador estrangeiro. Isso na janela de transferências de janeiro. Então, Jorge Jesus, ex-Flamengo, teria pedido ao clube a compra de um lateral-esquerdo. Assim, o clube decidiu suspender temporariamente o contrato de .

Neymar se machucou em uma disputa no meio-campo ainda no primeiro tempo do embate com o Uruguai, pelas Eliminatórias. Ele teve lesões no ligamento cruzado anterior e meniscos do joelho esquerdo. Então, saiu de campo de maca.

O jogador passou por cirurgia na quinta-feira da última semana, em . O procedimento no hospital Mater Dei coube ao do e da seleção brasileira Rodrigo Lasmar.

Contrato de Neymar prevê privilégios

Aos 31 anos, Neymar foi contratado pelo Al-Hilal em 15 de agosto junto ao Paris Saint-Germain, com quem tinha contrato até 2027. Além dos valores exorbitantes, o contrato de Neymar também prevê privilégios como mansão com empregados, diversos bônus e a presença da namorada Bruna Biancardi na Arábia Saudita.

Neymar entrou poucas vezes em campo neste ano. Em fevereiro, ele ficou 5 meses em recuperação por causa de uma lesão no tornozelo direito e também teve de passar por cirurgia.

Principal nome do Al-Hilal para esta temporada, o camisa 10 da seleção brasileira entrou em campo apenas 5 vezes pelo novo clube e marcou um gol.

Saiba Mais