Os amigos, que acompanham a batalha de João Pedro de Souza Machini, de 15 anos, para conseguir patrocínio, começaram a brincar que ele era capaz de ir de qualquer jeito ao , até mesmo de capivara. A ironia então virou forma de protesto do atleta de jiu-jitsu, que postou na própria rede social uma arte em que está “montado” no animal queridinho dos sul-mato-grossenses.

O Campeonato Mundial de 2022 deve ocorrer nos dias 8 e 9 de outubro, na Arena Carioca1, Parque Olímpico. Dono de seis medalhas em apenas 9 meses de treino, João é muito esforçado e sonha com mais esta conquista. “Estou tentando de tudo para ter patrocínio e, como ainda não consegui, estou fazendo rifas”, argumentou o jovem ao Midiamax.

Atleta conheceu jiu-jitsu após grave acidente

Morador de Dourados, no sul do Estado, João conheceu o por recomendação médica. Em 2019, ele sofreu um grave acidente e foi parar na UTI (Unidade de Terapia Intensiva), ficando ao todo 22 dias internado no hospital. “Tive traumatismo craniano, dilaceração no pé e poderia ter ficado com sequelas, mas, graças a Deus não tive nada. Só que o dizia que eu não poderia nem estar andando direito e eu fiz fisioterapia para me ajudar, até onde fui orientado a praticar este esporte”, relembrou.

Em pouco tempo, João se encontrou no esporte e foi persistente. Atualmente, possui seis medalhas. “Fui em todos os campeonatos estaduais, alguns em , outros em e Ponta Porã. E agora tem esse no Rio, no mês que vem, que é o mundial de jiu-jítsu. Os amigos brincaram que eu ia de capivara, fizeram uma piada e eu pensei: ‘Se ninguém vai me ajudar pelo menos vou de capivara'. Foi aí que eu postei em tom de brincadeira, mas, para mostrar a minha perseverança”, explicou.

Mesmo com a postagem, João fala que segue aguardando o patrocínio de alguma empresa, o qual vai estar no kimono dela. “Quero muito estar no mundial, conseguir esta vitória. É um grande patamar para minha carreira. E também no dia 25 de outubro, em Campo Grande, onde pretendo ganhar. Meu sonho é não só ganhar o cinturão, mas, não me limitar somente ao estado e sim um dia representar o nosso país”, falou.

Alguns dos campeonatos e medalhas do João. Foto: Montagem/Jornal Midiamax