Jogando em 'casa', Operário vence o Aquidauanense e é campeão Estadual pela 12ª vez

| 24/04/2022
- 19:26
operario estadual 2022
Galo levantando a taça pela décima segunda vez (Foto: Reprodução/TV Operário)

Com a presença da torcida, que na sua maioria foi em caravanas de Campo Grande a Aquidauana, o Operário se sentiu em casa e consagrou-se campeão Sul-Mato-Grossense pela décima segunda vez, ao derrotar o Aquidauanense por 3 a 1 no estádio Noroeste, na tarde deste domingo (24).

Maior campeão estadual, o Galo impôs o ritmo da partida no primeiro tempo, pressionando o time da casa no campo do adversário. Aos 48 minutos, o goleiro Wellerson fez uma grande defesa, ao impedir com o pé esquerdo, uma cabeçada à queima-roupa do zagueiro Wagner após cobrança de escanteio.

O gol do Operário saiu aos 52 minutos com André. Após cobrança de lateral pelo lado esquerdo, para dentro da área, a bola sobrou para o meio campista que ajeitou e bateu no canto, em um belo gol. André que fez o seu primeiro gol pelo Operário, substituiu Petrocelli, suspenso após receber três cartões amarelos.

Na volta para o segundo tempo, o Aquidauanense avançou a linha de marcação e teve mais posse de bola que no primeiro tempo. O Azulão ficou com um a menos, com a expulsão de Pablo, aos 8 minutos, após entrada forte no lateral esquerdo Magal, na defensiva do Operário.

Aos 19 minutos, após cobrança de lateral pela esquerda, Marcus Vinícius pegou de primeira, sozinho dentro da pequena área a encobriu o goleiro Elias, que substituiu Wellerson.

Mesmo com um a menos, porém, com espaço, Jô bateu de fora da área e a bola foi parar no canto esquerdo do goleiro Pereira. Já aos 35' da etapa final, em jogada de contra-ataque, o talismã Irapuan, pelo lado esquerdo, driblou o zagueiro, puxou para a direita e marcou um golaço com chute de fora da área. Com a vitória confirmada, e o final da partida, o Galo então ergueu a taça como campeão estadual pela décima segunda vez.

Decisivo em várias partidas do Operário, assim como o goleiro Pereira, no final da partida, Irapuan agradeceu à dona Maria Auxiliadora, do presidente do Operário, Estevão Petrallás, que o convenceu a não sair da equipe. Natural do estado do Rio de Janeiro, o atacante chegou a pedir dispensa por três vezes, devido a problemas familiares.

O Operário terminou o com 22 pontos, seguido de Naviraiense com 19; Costa Rica, 17; Dourados, 10; Serc, 9 e Aquidauanense, 6 pontos marcados.

Com a conquista, o Operário irá disputar o Campeonato Brasileiro da Série D, Copa do Brasil e Copa Verde, em 2023.

galo 1 - Jogando em 'casa', Operário vence o Aquidauanense e é campeão Estadual pela 12ª vez

Torcida do Operário invadiu o campo após o final da partida (Foto: Reprodução/TV Operário)

Outros jogos

O Costa Rica ainda tinha chances de levar o caneco, caso vencesse o Naviraiense em casa e o Operário tropeçasse. Porém, a Cobra do Norte perdeu para o Naviraiense por 1 a 0, gol de Rogério aos 14 minutos da segunda etapa. Campeão estadual de 2021, o Costa Rica veio de uma derrota para o Ceilândia, no último domingo (17), por 1 a 0, no Distrito Federal, no Brasileiro da Série D.

O Jacaré do Conesul também poderia ser campeão, com a vitória e derrota do alvinegro da Capital. Na terceira partida da última rodada do hexagonal, só para o encerramento de tabela, o DAC venceu a Serc por 2 a 0, em Dourados, com gols de Flaviano e Palácios.

Veja também

Com o resultado, os corintianos continuam na vice-liderança

Últimas notícias