Bacary Sagna conta sobre a sua experiência com Manuel Pellegrini

| 11/04/2022
- 09:49
Bacary Sagna conta sobre a sua experiência com Manuel Pellegrini
Sagna deixou o Arsenal para jogar nos Citizens - (Foto: Manchester City FC)

Após sete temporadas no Arsenal, Bacary Sagna deixou o clube para assinar com o Manchester City por três anos. À época, o lateral francês foi comandado pelo chileno Manuel Pellegrini e, juntos, conquistaram a Copa da Liga Inglesa na temporada 2015-16. Em entrevista à Bettingexpert, o jogador comentou sobre sua relação com o treinador e fez prognósticos quanto às chances dos Citizens na

Identificado com o Arsenal, a decisão de Sagna em se transferir para outro clube inglês, principalmente um concorrente na briga pelas primeiras colocações, não foi fácil, sobretudo em sua primeira temporada pelos Citizens. 

“Quando me juntei ao Manchester City, não era a melhor situação para mim tê-lo lá porque ele não falava muito comigo, então eu não sabia onde estava. Às vezes eu jogava e tinha a sensação de que jogava bem, mas fiquei no banco por 2-3 semanas. Então foi um primeiro ano bem estranho para mim”, revela. 

Já mais adaptado após um começo difícil, Sagna, aos poucos, começou a ganhar confiança do técnico. "Acho que ele estava me testando e exigindo mais de mim, e foi isso que eu dei. Porque eu estava chateado e lembro de pensar 'sempre que você me der a chance de jogar, eu vou te mostrar o que posso fazer'. E foi o que fiz na temporada seguinte”.

Para motivar o elenco, Sagna recorda de um episódio antes de uma partida contra o . "Ele passou por mim e estava olhando para mim. Perguntei se ele estava bem, e ele me perguntou: 'Devo jogar com você amanhã? Ou você está com medo de (Eden) Hazard?' Era a sua maneira de me passar uma mensagem de que ele contava comigo e que eu era uma grande parte do jogo. Foi uma maneira sutil de ele mostrar atenção para mim”.

Para Sagna, City tem chances de conquistar a Champions

A conquista do título inédito da Liga dos Campeões é um dos principais objetivos do Manchester City a cada temporada. Em 2020-21 foi a primeira vez que a equipe comandada por Pep Guardiola chegou à grande decisão da competição, mas o gol de Havertz, do Chelsea, impôs o vice-campeonato aos Citizens. Apesar do revés, Sagna acredita que a equipe continua com chances de levantar a taça. 

“Eles estavam tão perto de vencer quando jogaram contra o Chelsea e espero que esta seja a temporada para eles chegarem à final e vencerem. É um jogo especial em um torneio especial, então há uma mentalidade diferente, um esforço diferente, um compromisso e uma preparação diferente”, pontua. 

Por fim, Bacary Sagna complementa que o segredo para conquistar a Champions está em como lidar com a pressão. “Eles têm uma equipe tão fantástica. Eles têm um grande treinador. Eles podem vencer qualquer um no futebol mundial. Eles podem superar qualquer um, mas na Liga dos Campeões você tem essa pressão extra. Como há muita expectativa em torno deles, quando você tenta atrair tanto algo às vezes isso fica longe de você”, avalia. 

*Esta é uma página de autoria de LINKARME e não faz parte do conteúdo jornalístico do MIDIAMAX.

Veja também

Judocas de MS estão se destacando nas competições e não devem fazer diferente no Brasileiro

Últimas notícias