Esportes

Vila Nova quebra invencibilidade do Operário-PR em casa e se recupera na Série B

Com o resultado, o Vila Nova, que não vencia havia quatro jogos e sem balançar as redes

Agência Estado Publicado em 28/06/2021, às 20h26

Assessoria/Operário-PR
Assessoria/Operário-PR

Em um jogo bastante movimentado, que abriu a oitava rodada na noite desta segunda-feira, o Vila Nova conseguiu voltar a vencer no Campeonato Brasileiro da Série B. Mesmo jogando fora de casa, no estádio Germano Krüger, em Ponta Grossa (PR), o time goiano visitou e venceu o Operário-PR, pelo placar de 2 a 1. Arthur Rezende e Ricardo Bueno balançaram as redes no primeiro tempo, mas Alesson entrou na segunda etapa e deu a vitória aos visitantes.

Com o resultado, o Vila Nova, que não vencia havia quatro jogos e sem balançar as redes, se recuperou e agora aparece na décima colocação com nove pontos. Já o Operário, que não sabia o que era perder há 18 jogos em sua casa no Germano Krüger, ou seja, desde novembro do ano passado em uma derrota para o América-MG, segue na parte de cima da tabela, em quinto com 12 pontos.

A partida começou intensa com os dois times fazendo pressão na área adversária, tanto que não demorou para o placar sair do zero. Aos cinco minutos, Arthur Rezende recebeu na intermediária e arriscou um chute venenoso de longe. A bola pegou efeito, o goleiro Thiago Braga até tentou fazer a defesa, mas acabou morrendo no fundo das redes, colocando o Vila Nova em vantagem.

A partir daí, o Operário-PR se mandou para o ataque mais uma vez Depois de acertar uma bola no travessão em uma cobrança de falta de Tomas Bastos e quase fazer um gol olímpico com Marcelo, o time da casa deixou tudo igual no placar aos 41 minutos. Alex Silva cruzou na área e Ricardo Bueno se antecipou aos zagueiros para fazer de cabeça, sem chances para o goleiro adversário. Por isso, o primeiro tempo terminou com o empate por 1 a 1.

Na volta do intervalo, apesar da forte chuva e do gramado encharcado, o duelo seguiu bastante disputado, com as duas equipes em cima para pular na frente no placar.

A primeira boa chance do segundo tempo veio aos dez minutos, quando Tomas Bastos cobrou falta da lateral direto para o gol e Georgemy conseguiu espalmar uma bola que tinha destino certo. Já aos 15, Alex Silva pegou uma sobra, mas mesmo de frente para o gol, chutou para fora.

Do outro lado, a resposta do Vila Nova foi objetiva e Alesson, atacante que havia acabado de entrar para dar mais velocidade ao setor ofensivo, marcou o gol da vitória. Aos 35 minutos, em um contra-ataque rápido, o centroavante recebeu livre na entrada da área, carregou a bola e bateu na saída do goleiro, que nada pode fazer. Nos minutos finais, os donos da casa tentaram o empate, mas sem sucesso.

Os dois times voltam a campo no próximo final de semana para a disputa da nona rodada da Série B. Na sexta-feira (02), o Operário-PR visita o Náutico, no Estádio dos Aflitos, no Recife, às 19h. Já no dia seguinte, no sábado (03), o Vila Nova recebe a Ponte Preta, no Estádio do OBA, às 21h30.

FICHA TÉCNICA

OPERÁRIO-PR 1 X 2 VILA NOVA

OPERÁRIO-PR - Thiago Braga; Alex Silva, Reniê, Rodolfo Filemon e Fabiano; Rafael Chorão (Schumacher), Marcelo (Leandrinho), Jean Carlo (Rafael Oller), Tomas Bstos e Felipe Garcia (Rodrigo Pimpão); Ricardo Bueno (Paulo Sérgio). Técnico: Matheus Costa.

VILA NOVA - Georgemy; Walisson Maia (Johnatan Cardoso), Rafael Donato e Renato Silveira; Pedro Bambu (Danilo Belão), Deivid (Éder), Arthur Rezende, Cássio Gabriel (Renan Mota) e Willian Formiga; Kelvin e Pedro Júnior (Alesson). Técnico: Higo Magalhães.

ÁRBITRO - Jonathan Antero Silva (RO).

GOLS - Arthur Rezende, aos 5, e Ricardo Bueno, aos 41 minutos do primeiro tempo. Alesson, aos 35 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Felipe Garcia (Operário-PR) e Pedro Júnior (Vila Nova).

LOCAL - Estádio Germano Krüger, em Ponta Grossa (PA).

Jornal Midiamax