Esportes

Com dois gols de Jadson, Athletico-PR derrota o Juventude e segue com 100%

Juventude esperava uma estreia em casa mais positiva

Agência Estado Publicado em 06/06/2021, às 20h12

Assessoria/Athletico-PR
Assessoria/Athletico-PR

Com um início de segundo tempo alucinante, o Athletico-PR marcou dois gols em quatro minutos com o experiente meia Jadson, de 38 anos, e outro com Nikão, vencendo o Juventude por 3 a 0, neste domingo, de muito frio e neblina, no estádio Alfredo Jaconi, na cidade de Caxias do Sul (RS). Após dois jogos, o time paranaense se mantém com 100% de aproveitamento, com seis pontos, mesma pontuação de Atlético-GO e do Fortaleza que lidera pelo saldo de gols: 5 a 4.

De volta à elite nacional após 14 anos, o Juventude esperava uma estreia em casa mais positiva. Não deu. Fica na parte debaixo da tabela com um ponto conquistado no empate fora com o Cuiabá, por 2 a 2, na Arena Pantanal. O primeiro tempo demorou para passar. Amarrado, truncado e sonolento, bem apropriado ao frio intenso no gramado.

Mas tudo mudou no segundo tempo. Logo na primeira descida, o Athletico-PR abriu o placar em jogada bem trabalhada, com várias trocas de passe. Fernando Carnesin, na intermediária, abre o jogo pelo lado direito com Marcinho. O lateral faz o levantamento perfeito para Jadson que surge no primeiro pau para cabecear com força e no ângulo no primeiro minuto.

Não deu tempo nem do Juventude respirar porque aos quatro minutos aconteceu o segundo gol. Outra jogada bem trabalhada que começou com a abertura de Léo Citadini para o lado direito com Marcinho que ligou Matheus Babi dentro da área. Ele rolou a bola em direção ao meio da área, Carlos Eduardo fez o corta luz e a bola sobrou para o chute de Jadson no ângulo. Um golaço. Muita festa para ele, abraçado até pelos companheiros de defesa.

A vantagem desenhou outro cenário para o jogo, com o Athletico-PR passando a atuar de forma reativa. O Juventude até tentou ir no ataque, mas sem acertar o último passe para poder finalizar com perigo.

Do outro lado, o técnico português António Oliveira descansou seus jogadores com cinco substituições. Mesmo assim, ainda marcou o terceiro gol com Nikão aos 43 minutos. Após troca de passes pelo lado esquerdo, a virada de jogo achou Nikão livre do outro lado. Ele completou com chute rasteiro no canto.

Na terceira rodada, o Juventude vai enfrentar o Santos, sábado, às 19 horas, na Vila Belmiro, em Santos. No domingo, às 16 horas, o Athletico-PR vai pegar o Grêmio em Porto Alegre (RS). Antes disso, quinta-feira, às 19 horas, vai decidir com o Avaí a vaga nas oitavas de finais da Copa do Brasil. No primeiro jogo, disputado em Florianópolis, houve empate por 1 a 1.

FICHA TÉCNICA

JUVENTUDE-RS 0 x 3 ATHLETICO-PR

JUVENTUDE - Marcelo Carné; Michel Macedo, Vitor Mendes, Rafael Forster (Cleberson) e Alyson; João Paulo (Matheus Jesus), Guilherme Castilho e Wescley; Chico, Capixaba (Marcos Vinícios) e Matheus Peixoto (Fernando Pacheco). Técnico: Marquinhos Santos

ATLETICO-PR - Santos; Marcinho, Zé Ivaldo, Thiago Heleno e Nicolas; Alvorado (Richard), Léo Citadini, Fernando Carnesin (Nikão) e Jadson (Terans); Carlos Eduardo (Vitinho) e Matheus Babi (Renato Kayzer). Técnico: António Oliveira.

GOLS - Jadson, a 1 e aos 4, e Nikão, aos 43 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Alvarado e Matheus Babi (Athletico-PR).

ÁRBITRO - Paulo Cesar Zanovelli (MG).

RENDA E PÚBLICO - Jogo com portões fechados.

LOCAL - Estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul (RS).

Jornal Midiamax