O número expressivo de inscrições, até o momento, além do desejo de abrir as portas da universidade e atrair, cada vez mais, os jovens da periferia, mostram que a 1ª edição do FestJuv (Festival da Juventude) já é um grande sucesso. O evento gratuito inicia nesta quinta-feira (25) e se estende até o domingo (28). Até o momento, houve mais de 450 inscrições, sendo as oficinas mais concorridas as de escrita criativa, interpretação para cinema e TV e roteiro cinematográfico, entre outras.

No decorrer dos próximos dias, além das oficinas, a cidade universitária será palco para peças de teatro, shows, batalhas de rima, bate-papo com autores renomados, lançamentos de livros e um concurso que premiará os vencedores com R$ 2,5 mil.

Entre os convidados está o ator Johnny Massaro, o escritor Tino Freitas e o premiado produtor sul-mato-grossense, PJ Maia. Confira a programação completa de palestras.

Confira agora o guia completo do que rolará no Festival da Juventude 2024:

Literatura, Livro e Leitura

Neste mês, em que temos duas datas para comemorar o dia do livro – 18 e 23 de abril – o FestJuv pretende estimular o interesse de jovens pelo que é produzido em Mato Grosso do Sul e no Brasil, refletindo e interpretando as questões do mundo contemporâneo por meio de atividades culturais e artísticas formativas.

Assim, a juventude de 15 a 24 anos terá acesso a literatura, livro e leitura, em um espaço para o pensamento, a sensibilidade e a expressão do jovem sul-mato-grossense, o qual deve refletir e interpretar as questões do mundo contemporâneo por meio de atividades culturais e artísticas formativas.

No campus da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul), em Campo Grande, haverá espaços para concursos literários, com premiação em dinheiro e publicação de livro, palestras, espetáculos e shows, audiovisual, oficinas, exposição, feira de quadrinhos, campanha de doação e troca de livros. Tudo gratuito.  

Dez oficinas gratuitas

As inscrições para participar das 10 oficinas gratuitas, que serão nos dias 26 e 27 de abril de 202, estão abertas. Até o momento, a assessoria do evento divulgou que 469 jovens já se inscreveram para participar desta jornada de conhecimento e prática.

Quem realizar o procedimento, receberá e-mails de confirmação e a lista completa dos participantes está sendo compartilhada nas redes sociais do Festjuv e também no site oficial do evento.

“É gratificante perceber o interesse dos jovens pela literatura e o áudio visual”, ressaltou o escritor e coordenador das oficinas, Febraro Oliveira.

Crônica, Conto e Poesia

A AACIC (Associação Amigos do Cinema e da Cultura) e a UFMS farão um concurso literário destinado a jovens sul-mato-grossenses, de 15 a 24 anos, nas categorias Conto, Crônica e Poesia.

Os participantes têm total liberdade para escolher seus temas, desde que observem as normas éticas, evitando discriminação e plágio. O texto das categorias Crônica e Poesia possuirá, no máximo, duas páginas, em tamanho A4, em fonte Times New Roman, tamanho 12 e espaçamento 1.5.

Já o texto da categoria Conto possuirá, no máximo, quatro páginas, entregue no mesmo formato acima. A premiação será de R$ 2,5 mil para os primeiros lugares selecionados.

Reportagem escrita e audiovisual

Neste quesito, as inscrições ocorreram no portal do Festival da Juventude, de 7 de fevereiro a 20 de março de 2024. Ou seja, já foram encerradas. O prêmio também será de R$ 2,5 mil a cada um dos materiais que forem selecionados.

Os temas divulgados foram diversidade, intolerância e sociedade democrática; informação e desinformação: novas tecnologias, engajamento e alienação; vida sustentável, crise ambiental e futuro; e/ou consumismo, distopias e felicidade.

Batalha de rima

O concurso é aberto para participantes residentes no Estado de Mato Grosso do Sul. Os interessados deverão enviar um vídeo de até 3 minutos, podendo ser filmado em celular formato horizontal, apresentando suas rimas, considerando critérios como criatividade, originalidade e técnica.

Os participantes têm total liberdade para escolher seus temas, desde que observem as normas éticas, evitando discriminação e plágio. A premiação também será de R$ 2,5 mil, no próximo domingo (28). As inscrições ocorreram no site do Festival da Juventude e já foram encerradas.

Programação de quinta (25) e sexta (26)

Nesta quinta-feira o Festjuv chega com uma curadoria de atrações e eventos. No estacionamento do teatro Glauce Rocha, ocorre a Vila das Letras, onde estarão vários estandes para troca e doação de livros, coletivos literários, palco livre com diversas apresentações e food trucks para matar a fome e a sede da moçada, a partir de 18h30. Sexta, sábado e domingo, a partir das 10h.

Neste primeiro dia, haverá também uma de conversa no estande da UBE – União Brasileira de Escritores, com os novos associados. No palco livre teremos a apresentação da Orquestra Indígena composta por jovens da aldeia urbana Darcy Ribeiro sob a regência do maestro Eduardo Martinelli. Em seguida a cantora Marcela do Mar, vai apresentar vários estilos de música sul-mato-grossense além do pop, jazz e chamamé.

As 20h, no teatro Glauce Rocha, terá início a cerimônia de abertura e a seguir a palestra musical com o músico e poeta, Arnaldo Antunes. No palco do teatro ele falará sobre “Como nascem as canções” e ao final fará a um pequeno pocket show com voz e violão. Os ingressos para a abertura e apresentação do artista devem ser retirados, gratuitamente, na bilheteria do teatro a partir das 18h.

Na sexta haverá muita literatura e performances artísticas. O segundo dia do Festjuv começa cedo no auditório Marçal de Souza. Às 9h30, um encontro inédito entre gerações de escritores do MS vai reunir membros da ASL (Academia Sul-mato-grossense de Letras) com os adolescentes, membros da Academia Estudantil de Letras, intitulada Raquel Naveira.

Os acadêmicos Henrique Medeiros, Humberto Espíndola e Lenilde Ramos vão trocar ideias com os escritores e acadêmicos da Escola Estadual Emydio Campos Widal. Às 10 horas tem papo reto com a psicóloga, coordenadora do curso de Psicologia da UFMS, Aline Henrique Reis sobre “Os desafios da adolescência em um mundo de tantas escolhas”, no Complexo Multiuso. Entrada livre.

No Palco Livre a festa começa às 10h com apresentação do grupo de capoeira Cento Educacional UBUNTU e na sequencia teremos a música da Banda Ecoar. O Slam Plural, coletivo de poesia urbana se apresenta as 11h30. Tudo no Palco Livre.

As atividades recomeçam as 13h30 com a performance dos alunos da UFMS, o grupo Blue Cat´s Cheerleaders. O grupo de slam As Camélias, vem logo a seguir para encantar os fãs de poesia.
Enquanto isto, no auditório Marçal de Souza, o ator Johnny Massaro inicia o primeiro dia da oficina “Interpretação de texto para cinema e TV”. As inscrições foram encerradas com números expressivos de participantes.

Outras duas oficinas que também estão entre as mais concorridas serão ministradas pelo escritor e produtor campo-grandense PJ Maia com o tema “Roteiro cinematográfico”, no Espaço Multiuso. onde também acontece a oficina de escrita criativa: “Como nossos pais”. O ministrante é o premiado escritor Tino Freitas.

O Sebrae participa do Fesjuv com duas oficinas. A primeira é Empreendedorismo Digital e profissões do futuro”, com a consultora Edleide Oliveira. A segunda, ministrada pela consultora Deyniere Barros, vai entrar no universo da “Comunicação e Marketing”. Ambas no horário de 14 h, no Complexo Multiuso.
Para quem adora um Stand Up a pedida é assistir ao show do professor comediante, Matheus Buente, direto da Bahia para fazer o público rir e pensar. No teatro Glauce Rocha as 15h. Retirada de ingressos na bilheteria a partir das 14h.

As 15h30 o coletivo Mulherio das Letras estará na Praça da Juventude para promover uma tarde autógrafos e bate-papo com as escritoras. E as 16h haverá apresentação do espetáculo teatral “Veredas dos Mamulengos”, com o grupo Casa Moranga, do Distrito Federal. A música começa às 17h no Palco Livre com a banda “Lua e os Cometas”, formada por jovens entre 17 e 23 anos. No mesmo local, as 18h, teremos a performance literária de poesia marginal com o artista Du Mato e o MC´s Duguinho. Depois será a vez do músico Gabriel Chiad encantar a plateia com os instrumentos acordeom, violão e cavaquinho.

E as 19h, no teatro Glauce Rocha, a grande sensação literária do momento, o escritor e roteirista Rapahel Montes, farpa palestra sobre o tema recorrente na sua obra: ”Suspense nas páginas e nas telas”. A bilheteria do teatro estará aberta a partir de 17h30 para retirada dos ingressos.

Para encerrar o dia, nada melhor que dois shows musicais de primeira linha e gratuitos. Às 21 horas, na Esplanada em frente ao Morenão, o show “Matutando” com o artista Matu Miranda. As 22h30 entra no palco a cantora Ana Cãnas com o premiado espetáculo que homenageia o saudoso cantor e compositor, Belchior.