Esportes

Atleta paralímpico saudita é suspenso por doping e está fora do Rio 2016

Suspensão de oito anos

Ana Paula Chuva Publicado em 12/09/2016, às 20h59

None
paralimpiada.jpg

Suspensão de oito anos

O Comitê Paralímpico Internacional informou nesta segunda-feira que decidiu punir por oito anos o halterofilista saudita Mashal Alkhazai por ter sido pego pela segunda vez na carreira em um exame antidoping.

Uma análise da urina do atleta após revelou o uso de metenolona, uma substância proibida. O exame foi realizado antes da disputa dos Jogos Paralímpicos de 2016, no Rio de Janeiro.

A metenolona é um agente analobilizante incluído na lista de substâncias proibidas da Agência Mundial Antidoping (Wada).

A suspensão de oito anos começou a valer ontem e termina em 12 de setembro de 2024, o que impede Alkhazai de participar do Rio 2016.

O saudita iria disputar na quarta-feira a categoria até 107 quilos do halterofilismo. Depois da notícia, o atleta já teve sua credencial retirada e deixou a Vila Paralímpica.

Jornal Midiamax