Esportes

Seleção feminina do Irã é acusada de ter homens no time

Atletas ainda não teriam feito operação de mudança de sexo

Gerciane Alves Publicado em 29/09/2015, às 18h38

None
selecao1.jpg

Atletas ainda não teriam feito operação de mudança de sexo

Oito jogadoras da seleção feminina iraniana de futebol estão sendo acusadas de não terem ainda realizado operações de mudança de sexo.

O caso veio à tona pela emissora árabe “Al Arabiya”, que, no entanto, não divulgou o nome das atletas envolvidas. Em fevereiro do ano passado, a federação local já havia admitido que quatro jogadoras da seleção ainda precisavam fazer cirurgias e que por isso haviam sido desconvocadas.

Após o episódio, o país aumentou a “fiscalização” para evitar que homens jogassem no time feminino. Atualmente, as operações de mudança de sexo são bastante comuns no Irã, chegando ao ponto do Estado pagar metade das despesas médicas das pessoas interessadas.

Contudo, essa é uma forma de coagir gays a realizarem cirurgias, uma vez que atos homossexuais são severamente punidos no país persa.

Jornal Midiamax