Esportes

Pacaembu completa 75 anos sem dono e com seis interessados

Local ficou praticamente abandonado depois que Corinthians e Palmeiras construíram suas arenas

Clayton Neves Publicado em 27/04/2015, às 17h49

None
06pacaembuheliosuenagagetty.jpg

Local ficou praticamente abandonado depois que Corinthians e Palmeiras construíram suas arenas

O Estádio do Pacaembu faz aniversário de 75 anos nesta segunda-feira (27), mas tem poucos motivos para comemorar. O local ficou praticamente abandonado depois que Corinthians ePalmeiras construíram suas próprias arenas. Por isso a prefeitura realizou um Chamamento Público para privatizar a gestão do Pacaembu, o que só deve ser definido em julho. Por enquanto seis consórcios estão interessados em reformá-lo.

O Pacaembu pertence à prefeitura de São Paulo, que gasta R$ 9 milhões anuais para fazer manutenção. Ela não pretende fazer as reformas necessárias, por isso abriu espaço para empresas interessadas no local.

Depois de um longo processo, em que aconteceram alguns adiamentos inclusive, os seguintes consórcios de empresas manifestaram interesse: Arcadis Logos, Construcap, Fernandes Arquitetos e Associados, Arena Assessoria de Projetos, Associação Casa Azul e Latim United Arenas.

Este último tem acordo com o Santos para que o time possa mandar alguns jogos em São Paulo. Trata-se do principal projeto para que o estádio continue envolvido com o futebol . Outra possibilidade, mais remota, é que o São Paulo passe a usar o Pacaembu, caso consiga tocar seu projeto de reforma do Morumbi.

No momento, os seis consórcios estão elaborando seus projetos para ganhar o direito de assumir a gestão do Pacaembu. Eles devem envolver a criação de uma cobertura, assentos enumerados, estacionamento, mudanças nos banheiros e disponibilização de wi-fi livre. Estas ideias terão que ser entregues no início de julho, quando a prefeitura vai decidir quem cuidará do Pacaembu pelos próximos 75 anos ou mais.

Jornal Midiamax