Paraíso do ecoturismo, Bonito encerra 2023 com um número recorde de , superando não só o ano de 2022 como conquistando a melhor temporada dos últimos oito anos, quando a iniciativa privada iniciou o monitoramento e pesquisa do fluxo turístico.

Conforme o Oteb (Observatório do Turismo e Eventos de ), cerca de 300 mil pessoas passaram por este local, que é considerado um dos melhores destinos de ecoturismo do mundo. O estudo detalha que os turistas permaneceram no local, em média, por quatro dias. Neste período, o gasto é de cerca de R$ 450 ao dia. Ou seja: 300 mil visitantes mais a média de gastos equivalem a uma receita estimada em R$ 540 milhões para a economia local.

Desde 2015, quando houve o Convention & Visitors Bureau, o qual ganhou a sigla BCVB e passou a fazer pesquisas específicas sobre este destino, a localidade passou a fazer planejamentos. Foram 846.627 visitações no ano anterior. A estimativa até o dia 31 de dezembro de 2023 é encerrar com número10% maior.

(Prefeitura de Bonito/Divulgação)

A taxa de ocupações em hotéis também teve aumento expressivo, em torno de 60%. Para 2024, o potencial de turismo Bonito-Serra da Bodoquena pode ser ainda maior e as medidas em andamento são: abertura do Parque Nacional da Serra da Bodoquena, pavimentação da Estrada do 21 (MS-345), que vai reduzir a distância com e Bonito em 40 km e fomentar a pesca esportiva no distrito de Águas do Miranda.

Entre as metas também estão destacar a proximidade com o Pantanal, destino que atrai principalmente público estrangeiro, havendo já roteiros integrados sendo comercializados. Além disso, está o incremento no turismo de eventos (culturais, esportivos, técnico-científicos etc), aumentando o fluxo de visitante na baixa temporada, continuidade nas ações de promoção e divulgação em feiras nacionais e internacionais realizadas pela Secretaria de Turismo de Bonito, Fundação de Turismo de MS, entidades do setor e também pelas próprias empresas de turismo, principalmente em investimentos nas redes sociais.

Rota Bioceânica deve atrair turistas para Bonito

A efetivação da Rota Bioceânica também deve trazer um fluxo muito grande de turistas dos países vizinhos, que se integram com Mato Grosso do Sul por rodovias, havendo já uma procura em alta por atrativos, tendo como entrada. Hoje, Bonito já recebe muitos turistas do Paraguai, e Argentina.

Entre outras medidas também está a ampliação do aeroporto estadual de Bonito e o fato de que o município já se recuperou da pandemia de Covid-19. De início, com retorno gradual no ano de 2020, tomando rigorosas medidas sanitárias e, em nove meses, recebeu 145 mil visitantes, ainda de acordo com o Oteb.

No ano de 2021, quando houve a retomada definitiva, o número saltou para 205 mil visitantes, crescimento acima da média e que se estendeu até 2023, encerrando o ano com cerca de 300 mil visitantes.

(Texto: Graziela Rezende/Jornal Midiamax)