Dona de duas unidades em MS, Fasa é comprada por empresa americana ao custo de R$ 2,8 bilhões

Unidades de Jaraguari e Dourados recentemente passaram por processo de expansão de atividades, com abertura de nova planta e aumento de produção
| 06/05/2022
- 11:06
Dona de duas unidades em MS, Fasa é comprada por empresa americana ao custo de R$ 2,8 bilhões
Empresa faz coleta de material em diversas unidades do país e produz farinhas, óleos, graxa e sebo, por exemplo. Foto: Fasa/Divulgação

Empresa responsável pelo processamento de cerca de 1,3 milhão de toneladas métricas de subprodutos de origem animal e que possui duas unidades, em , a Fasa fechou acordo com a Darling Ingredients, maior companhia de capital aberto que transforma resíduos alimentares. A negociação deve ser finalizada ainda neste ano, por R$ 2,8 bilhões. 

Por aqui as unidades da empresa Fasa ficam em Jaraguari e Dourados, na região sul do Estado. Em outubro de 2021, inclusive, houve processo de expansão das atividades, com abertura de nova planta e aumento de produção. Ao falar do assunto, na ocasião, o titular da (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar), Jaime Verruck, argumentou que a empresa já tinha investido R$ 60 milhões em Mato Grosso do Sul e empregava, ao menos, 170 trabalhadores.

O presidente e CEO da Darling Ingredients, Randall C. Stuewe, comentou sobre o mercado brasileiro, dizendo que o país é líder no crescimento global de commodities agrícolas e espera que o Brasil “assuma um papel maior na produção mundial de carne, tornando-se um local privilegiado para o crescimento da produção”.

No Brasil, a sede da empresa fica em Cruzeiro do Sul, no Rio Grande do Sul, onde existem ao todo 5 unidades. As demais, além de Mato Grosso do Sul, estão instaladas nos estados de Mato Grosso, Paraná, Santa Catarina, Rondônia, Pará e Minas Gerais. 

Fasa 1 - Dona de duas unidades em MS, Fasa é comprada por empresa americana ao custo de R$ 2,8 bilhões
Sede da empresa Fasa, em Cruzeiro do Sul. Foto: Fasa/Divulgação

Veja também

Aumento foi apurado conforme inflação do mês de maio

Últimas notícias