Auxílio emergencial retido? Saiba como regularizar CPF para receber até R$ 375

Estar com documento em dia é regra para receber a ajuda federal
| 19/04/2021
- 16:49
Auxílio emergencial retido? Saiba como regularizar CPF para receber até R$ 375
CPF precisa estar em situação regular para cidadão receber o auxílio emergencial - Divulgação

Um dos motivos para ter o pagamento do auxílio emergencial 2021 retido  é estar com o CPF irregular. A ajuda federal começou a ser paga no dia 6 de abril e terá 4 parcelas com valores que podem ser de R$ 150, R$ 250 e R$ 375, dependendo da composição familiar.

Primeiro, é necessário consultar a situação do CPF na página da Receita Federal, onde é preciso informar o número do CPF e a data de nascimento e clicar na opção “Não sou um robô”. Também há como verificar a situação do documento pelo aplicativo CPF digital.

Caso a situação esteja como “suspensa”, significa que o o cadastro da pessoa está incorreto ou incompleto e não há pendência de entrega de declarações. Neste caso, é necessário atualizar as suas informações pessoais.

Durante a pandemia, o atendimento da regularização está sendo feito por e-mail e o envio dos documentos feito por meio de upload de fotos de documentos.

Se aparecer situação “Pendente de Regularização” significa que o contribuinte deixou de entregar alguma Declaração do Imposto Renda da Pessoa Física (DIRPF) dos últimos cinco anos. Para regularizar, é preciso declarar o dos anos que estão faltando.

"No momento o que mais está tendo procura são os contribuintes que estão com o CPF na situação “pendente de regularização", que é quando está devendo declaração de IR", informou a chefe de atendimento da em MS, Marizete Horner.

A consulta das últimas declarações é feita pelo portal e-CAC (Centro Virtual de Atendimento ao Contribuinte). Será preciso ter um código de acesso ou entrar pelo site do governo Federal.

Veja também

Ritmo havia sido interrompido pela pandemia da covid.

Últimas notícias