Cotidiano / Economia

Saldo de empregos em março é o menor dos últimos 15 anos

É a primeira vez em 15 anos que o saldo de empregos no estado é negativo no mês de março

Tábata Rauschkolb Publicado em 27/04/2018, às 12h50 - Atualizado às 15h42

None

Dados divulgados do CAGED (Cadastro Geral de Emprego e Desemprego) do MTE (Ministério do Trabalho e Emprego) mostram que o mês de março fechou com saldo negativo de – 646 postos de emprego. O saldo apresentado refere-se ao número de pessoas admitidas menos o número de pessoas desempregadas.

A série histórica do mês de março mostra que o resultado desse ano foi o pior dos últimos 15 anos, estão disponibilizados dados desde 2003, e o saldo do mês de março nunca havia sido negativo. No mesmo período em 2017 o saldo de empregos era de 1.245 postos de trabalho.

Saldo de empregos em março é o menor dos últimos 15 anos

O mês de março no estado fechou com três setores da economia apresentando números positivos contra cinco que apresentaram números negativos, o setor do comércio foi o maior, com saldo negativo de -549 postos de trabalho, seguido pela agropecuária com saldo negativo de -451 postos.

O setor de serviços obteve o melhor índice, com 351 postos de trabalho, seguido pela construção civil com 23 postos.

Saldo de empregos em março é o menor dos últimos 15 anos

O emprego formal em Campo Grande também apresenta saldo negativo em março, com -277 postos. O saldo dos últimos 12 meses na capital também apresenta resultado negativo, onde o número chega ao valor de -2.776 postos de trabalho formal.

O resultado de Campo Grande em março é o pior do estado. Já com relação ao saldo dos últimos 12 meses Campo Grande tem o segundo pior resultado no estado, o primeiro lugar ficou com a cidade de Três Lagoas, que apresenta o saldo negativo de -4.850 postos de trabalho formal.

Jornal Midiamax