A gasolina vai ficar mais cara em nos próximos dias. A Petrobras anunciou nas refinarias que deve deixar o combustível até R$ 0,30 mais caro nos postos da Capital, segundo estimativa de donos de postos.

Dessa forma, o valor do litro pode passar dos R$ 5,30, uma vez que a maioria dos postos de Campo Grande vende gasolina, atualmente, a R$ 4,99, mas podendo chegar aos R$ 5,49 em alguns estabelecimentos. Com isso, encher o tanque de um carro popular com gasolina deve ficar até R$ 17 mais caro, levando em conta um modelo com capacidade de 55 litros.

A Petrobras anunciou nesta terça-feira (15) que o preço médio de venda de gasolina para as distribuidoras terá aumento de R$ 0,41, passando de R$ 2,52 para R$ 2,93 por litro.

Estimativa do Sinpetro MS (Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de e Lubrificantes) é que o impacto para o consumidor seja de aumento de R$ 0,30 por litro de gasolina e R$ 0,69 no litro do . Nas distribuidoras, o litro do diesel ficará R$ 0,78 mais caro.

Em comunicado, a Petrobras informou que “ciente da importância de seus produtos para a sociedade brasileira, a companhia reitera que na formação de seus preços busca evitar o repasse da volatilidade conjuntural do mercado internacional e da taxa de câmbio, ao passo que preserva um ambiente competitivo salutar nos termos da legislação vigente”.

Gasolina é comercializada por R$ 4,99 em Campo Grande

Ronda em postos de combustíveis feita pelo Jornal Midiamax revela que o preço da gasolina comum em Campo Grande varia entre R$ 4,95 e R$ 5,59. Entre os treze postos analisados, os valores variam de R$ 4,95 a R$ 5,59, o que representa uma oscilação de 12,94% e um preço médio de R$ 5,11. O preço do Diesel S10 foi encontrado entre R$ 4,99 a R$ 5,89 na Capital.

Já o preço do etanol está mais competitivo e registrou uma leve queda em comparação com a semana anterior, quando foi encontrado por valores entre R$ 3,29 (mínimo) e R$ 3,69 (máximo), resultando em uma variação de 12,16%.