A três dias do , uma pesquisa divulgada pelo Procon/MS (Secretaria-Executiva de Orientação e Defesa do Consumidor), instituição vinculada à Sead (Secretaria de Estado de e dos Direitos Humanos) apontou que um item da lista de compras para a ceia de Natal teve variação de até 214,9% no preço.

A pesquisa foi realizada entre os dias 11 e 15 de dezembro em 14 estabelecimentos de atacado e varejo de Campo Grande. Segundo o Procon-MS, os produtos podem ter sofrido mudanças nos preços devido estoque, demanda e aplicação de desconto.

O abacaxi pérola, por exemplo, foi encontrado com maior variação. Em uma rede atacadista no a R$ 3,49, enquanto em um supermercado no Bairro Santa Luzia por R$ 10,99.

A bebida sidra, têm variação de preços de até 138,58%. Ela pode ser encontrada por R$ 12,57 em supermercado no Santa Fé, enquanto no Guanandi o produto é vendido a R$ 29,99.

No caso dos panetones, o de frutas cristalizadas pode ser comprado por R$ 20,99 em atacadista no Vilas Boas e R$ 35,99 na Mata do Jacinto. Já na versão com chocolate, os valores partem de R$ 20,79 no dos Estados a R$ 36,99 no Guanandi.

O quilo do pernil também tem a maior diferença se comparada com 6 marcas ela chega a 206,65%. O consumidor encontra o produto por R$ 13,99 no Guanandi e R$ 42,90 em atacadista na Vila Santo Antônio.

Dicas

O Procon ainda orienta que antes de sair às compras os consumidores façam uma lista com o necessário, para assim evitar compras por impulso, tornando o processo mais consciente. É importante também comparar os preços entre estabelecimentos considerando qualidade, peso, data de validade e tempo de entrega dos itens.

Em caso de problemas nas relações de consumo, é possível tirar dúvidas ou registrar denúncias pelo telefone 151 em dias úteis, bem como formalizar a qualquer momento uma reclamação online no site do Procon/MS.