A cesta básica de alimentos fechou setembro custando R$ 675,68, em Campo Grade. O valor é 2,32% menor do que o verificado em agosto e 9,21% menor que os R$ 743,09 que custava em janeiro. Na prática, o custo da cesta de alimentos para o campo-grandense caiu R$ 67,41 em 2023.

Os dados do Dieese/MS mostram que o arroz e o tomate têm impactado no da cesta básica. Isso porque em 12 meses o preço do arroz aumentou 7,25% e o tomate ficou 62% mais caro nos últimos doze meses.

No valor atual, a cesta básica compromete 55,3% do mínimo (R$ 1.320,00) o trabalhador campo-grandense precisa de 112 horas e 37 minutos de trabalho para conseguir comprar os itens básicos da alimentação.

Salário mínimo ideal é de R$ 6,3 mil

O Dieese ainda estima o valor ideal do salário mínimo, considerando os gastos básicos com alimentação. Em setembro, o valor necessário era de R$ 6.280,93 e correspondeu a 4,76 vezes o piso mínimo.

Em setembro de 2022, o mínimo necessário deveria ter ficado em R$ 6.306,97, ou 5,20 vezes o valor vigente na época, que era de R$ 1.212,00.

Ainda sobre Campo Grande, o valor da cesta básica para uma família composta por quatro pessoas, sendo dois adultos e duas crianças, era de R$ 2.027,04.

Saiba Mais