Levantamento do (Programa Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor) de , a 229 km de Campo Grande, aponta que os produtos que compõem a ficaram 0,35% mais caros em setembro em comparação com agosto. A de preços foi realizada com 29 itens, de 12 supermercados do município, na última sexta-feira (2).

O resultado da coleta de informações aponta forte variação de preços entre os estabelecimentos. O pacote de 5 kg do açúcar apresentou diferença de 144,61% entre o menor e o maior preço. 

O papel higiênico, pacote com quatro unidades, apresentou diferença de 294,3% e a erva-mate Tereré 500 gramas teve uma variação de 150,5%.

De acordo com o Procon, entre os estabelecimentos pesquisados foram encontrados 14 itens com diferença superior a 100% entre o produto com menor e maior preço, como o creme dental 90 gramas, a esponja de aço pacote com oito unidades, alho 200 gramas e a cebola um quilo.

A diferença do estabelecimento com menor preço e o de maior preço nesta pesquisa é de 21,08%. 

O Procon alerta para que o consumidor fique atento às especificações contidas na embalagem: prazo de validade, composição e peso líquido do produto. 

Dúvidas

O Procon de Dourados orienta que, em caso de dúvida ou reclamação, ligue 3411-7792 ou envie mensagem para o e-mail: procon@dourados.ms.gov.br. 

O registro pode ser feito também clicando aqui.