De creme de leite em vez de celular a site falso: golpes em compras na internet aumentam 15% em MS

Dados da Sejusp indicam crescimento desse tipo de crime no Estado
| 05/06/2022
- 09:22
De creme de leite em vez de celular a site falso: golpes em compras na internet aumentam 15% em MS
Foto. Agência Brasil

Da compra do celular que chegou creme de leite ao cliente que pagou R$ 25 mil em carro em um site falso: os golpes sofridos em compras na internet aumentaram 15,9% em Mato Grosso do Sul em 2022, indicam os dados da (Secretaria de Justiça e Segurança Pública).

Conforme o levantamento, de janeiro a abril de 2021, foram denunciados 1.197 casos de estelionato e extorsão na internet. No mesmo período desde ano, foram 1.388 casos. Ou seja, um crescimento de 15%.

O aumento dos crimes virtuais envolvendo compras aumentou nas cidades do interior, indo de 657 denúncias para 925 neste ano. Na Capital, o crime teve uma redução de 14%: em 2021, em quatro meses, foram registrados 540 denúncias, enquanto neste ano foram 463.

Os dados totais apontam que o ano de 2021 somou 3.377 crimes de estelionato praticados na internet em MS. Enquanto os de extorsão foram 63.

Invés de iPhone, entrega foi de caixas de creme de leite

Comprou iPhone, chegou creme de leite

A tão esperada compra por um novo aparelho celular por um campo-grandense acabou se tornando frustração. Isso porque o bancário, de 51 anos, encontrou duas caixas de creme culinário no lugar de um iPhone 13 Pro Max, que comprou por R$ 9 mil no aplicativo da rede Extra.

O bancário, que preferiu não se identificar, conta que é acostumado a realizar compras online. Além de conferir a autenticidade dos fornecedores, aproveitou os descontos oferecidos na Semana do Consumidor, em março, para trocar de telefone.

“Já queria trocar [de telefone] faz um tempo. A estimativa de entrega era para o dia 13 de abril. Mas, como não chegou, eu estranhei, olhei o rastreador e informaram que não tinha encontrado o endereço. Achei mais estranho ainda, principalmente porque nunca tinha dado problema na entrega, sempre coloquei o endereço certinho. Eles disseram que iam tentar de novo”.

Prejuízo de R$ 25 mil

Um homem, de 26 anos, procurou a polícia após cair em um golpe online de venda de carros e perder R$ 25 mil. O caso ocorreu em março, em Campo Grande.

De acordo com o registro policial, a vítima alega ter realizado a compra de um veículo em um suposto site de leilões do Detran-MS (Departamento Estadual de de Mato Grosso do Sul).

Após realizar a suposta compra, uma pessoa teria entrado em contato com a vítima afirmando ser funcionária de um banco e informando que funcionários do departamento entrariam em contato com o comprador.

Alguns minutos após a ligação, a vítima recebeu um link no celular de uma pessoa se passando por funcionário do Detran-MS — na foto de perfil estava o logotipo do departamento.

A vítima solicitou o boleto de pagamento e os autores chegaram a dizer que, em caso de arrependimento, ele poderia apertar uma tecla para desistir da compra. O comprador seguiu com a negociação e realizou o pagamento de R$ 25 mil.

Transferência de R$ 17 mil

Duas pessoas procuraram a polícia em Dourados para denunciar mais um golpe praticado via redes sociais. Uma mulher, de 24 anos, e um homem, de 40, disseram que tinham visto um anúncio de venda de um veículo Fiat/Pálio e iniciaram as negociações de compra, mas descobriram depois que foram vítimas de estelionato.

Na ocorrência registrada na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) no dia 4 de março, eles relataram que fizeram uma transferência bancária no valor de R$ 17 mil. Entretanto, o dinheiro foi parar na conta de um golpista e não do verdadeiro dono do veículo.

Veja também

Apesar da queda, cesta básica na Capital ainda é a 5ª mais cara do país

Últimas notícias