Cotidiano / Consumidor

Procon registra mais de 80 atendimentos durante período de Natal

O horário especial do comércio que antecedeu o período de Natal levou muitas pessoas às compras na Capital. Para resguardar o consumidor de possíveis problemas na hora de escolher os presentes, o Procon manteve horário especial de atendimento por telefone (151) entre os dias 6 e 24 deste mês, de segunda à sábado até as […]

Arquivo Publicado em 27/12/2010, às 23h41

None

O horário especial do comércio que antecedeu o período de Natal levou muitas pessoas às compras na Capital. Para resguardar o consumidor de possíveis problemas na hora de escolher os presentes, o Procon manteve horário especial de atendimento por telefone (151) entre os dias 6 e 24 deste mês, de segunda à sábado até as 22h e aos domingos das 9h às 18h.


Neste período o órgão de defesa realizou 57 orientações por telefone e 15 agendamentos para abertura de processo administrativo nos casos em que os consumidores efetuaram a compra e depois formalizaram a reclamação. “A maior parte dos casos é por má qualidade na prestação do serviço”, explica o coordenador do Procon, Alexandre Monteiro Resende.


A equipe de fiscalização foi enviada para atender 24 chamadas nos shoppings e comércio central. As queixas dos consumidores foram por divergência de preços entre valor cobrado e inscrição na etiqueta; falta de informação clara e adequada e porque algumas lojas cobram preço à vista diferenciado para pagamento com cartão de crédito.


De acordo com Resende, o resultado do atendimento foi satisfatório por ter sido adotado pela primeira vez e será aplicado em outros meses do ano. “Em todas as datas comemorativas, quando aumentam as vendas no comércio, vamos montar os plantões para garantir proteção ao consumidor”, justifica.

Jornal Midiamax