Esta terça-feira (9) será de homenagens ao cantor João Carreiro, de 41 anos, que morreu na semana passada, em . As missas de 7º dia do artista acontecem em três cidades entre Mato Grosso do Sul e Mato Grosso.

Em Campo Grande, município que João escolheu para viver, a cerimônia acontece no Santuário Nossa Senhora da Abadia, na Avenida Afonso Pena, nº 7.120, bairro Chácara Cachoeira, às 19h.

Já em (MT), cidade onde o artista nasceu, a homenagem será na Igreja Nossa Senhora Auxiliadora, na Avenida Tenente-Coronel Duarte, nº 1.115, bairro Prainha, também às 19h.

Além disso, a cidade de Pedra Preta (MT), local onde João Carreiro fez seu último show, na virada do ano, também celebra a vida do cantor. A cerimônia será realizada na Paróquia São Pedro Apóstolo. O artista foi a atração principal do evento de de ano, que reuniu cerca de 16 mil espectadores.

Morte de João Carreiro

Após o show em Pedra Preta, João Carreiro voltou para Campo Grande, onde foi internado para realizar a cirurgia no coração, no Proncor, no último dia 3 de janeiro.

Após o procedimento de trocar uma válvula cardíaca, o cantor teve complicações e não resistiu. João Carreiro passou por uma cirurgia para corrigir um prolapso da válvula mitral, conhecido como sopro no coração, anomalia cardíaca.

Pouco antes da cirurgia, ele chegou a gravar um vídeo. Nas imagens, o artista aparece conversando com a esposa, Francine Caroline, e brinca com a roupa que usaria durante a cirurgia cardíaca. “Se eu ‘empacotar’, não quero saber dessa roupinha aqui. Não combina muito comigo isso aqui. É de florzinha”, disse de maneira descontraída.

Velório e sepultamento

O primeiro velório aconteceu na de Campo Grande durante a manhã de quinta-feira (4), onde familiares e puderam se despedir. Depois o corpo seguiu para Cuiabá para uma cerimônia aberta em um ginásio.

O corpo do artista foi enterrado na sexta-feira (5) de manhã em um cemitério em uma das saídas de Cuiabá.