A (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) recebeu dez profissionais que irão atuar como supervisores no Programa Mais Médicos Brasil, em Mato Grosso do Sul. Os dez novos médicos irão atuar como supervisores de profissionais ligados ao programa Mais Médicos Brasil, do Governo Federal.

De acordo com a UFMS, desde 2013 a instituição supervisiona o programa em MS. Agora, ao todo, são 28 supervisores no Estado, que acompanham médicos que atuam diretamente com os pacientes na atenção primária da saúde.

Um dos principais objetivos do programa Mais Médicos é a contratação de médicos para atuar em municípios e distritos mais carentes de profissionais de saúde. E, para garantir a qualidade da atividade, é necessário o acompanhamento e supervisão dos profissionais por meio de instituições como a UFMS.

“Além de efetuar a supervisão de forma adequada, constante e presente nos municípios, a gente também vai poder fazer essa grande conexão com nossos de graduação e pós-graduação, levando ações de extensão. Então a gente vai conseguir conectar todo esse patrimônio que a UFMS tem em extensão, em pesquisa a disposição de toda população sul-mato-grossense. Não somente onde a UFMS está presente com os seus campus”, pontua a vice-reitora Camila Ítavo, disse o reitor Marcelo Turine enfatizou a importância de interligar educação e promoção de saúde.

“Esperamos que esses profissionais possam exercer um trabalho de liderança, atuar no treinamento dos médicos e auxiliar esses profissionais que vem do exterior. Atuar como supervisor é uma missão super importante, é se colocar dento da realidade da assistência”, falou o diretor da Faculdade de Medicina, Marcelo Luiz Brandão Vilela.

O Roberto Paulo Braz Júnior foi um dos profissionais selecionados no . “Esse programa é super importante para fortalecer a atenção primária de , do Estado. É super importante fazer parte e dar apoio como supervisor para esses profissionais, para que eles possam melhorar cada vez mais o atendimento. Me sinto super orgulhoso de ter sido selecionado para fazer parte deste programa. É mais uma experiência para ter a mão como preceptor, como supervisor, para dar oportunidade no futuro de alcançar novos cargos de docência, de supervisora”, conta.