A SES-MS (Secretaria Estadual de Saúde de Mato Grosso do Sul) confirmou seis novas mortes em decorrência de . O eleva o total de vítimas fatais de 19 para 25, neste ano, o que representa alta de 31,57%.  

Segundo o boletim sobre a sétima semana epidemiológica, o Estado confirmou 609 casos positivos nos últimos sete dias, saindo de 2.315 para 2.924, uma alta de 26,30%. 

Nem todas as seis mortes são recentes. Três são desta semana, duas da sexta semana e uma da quarta semana epidemiológica. 

Metade das vítimas fatais eram moradores da Capital; dois de , a 312 km de , e a outra de Água Clara, a 192 km de Campo Grande. Todos os seis tinham comorbidades relatadas e a variava de 40 a 94 anos. 

O mapa de distribuição espacial por incidência dos últimos 14 dias mostra que nenhuma cidade de Mato Grosso do Sul está na faixa de alta incidência, ou seja, quando há mais de 1 mil casos a cada 100 mil habitantes. 

Campo Grande lidera o ranking de casos confirmados, com 194 notificações. Em segundo lugar está Naviraí (75), seguido por (49), Corumbá (32) e Ponta Porã (29). 

Vacinação

A vacina conta a Covid-19 previne contra casos graves da doença e está disponível gratuitamente pelo SUS (Sistema Único de Saúde). Em Campo Grande, mais de 70 unidades de saúde disponibilizam o imunizante.

Clique aqui e confira os endereços.