Mato Grosso do Sul registrou 402 novas de dengue nos últimos três dias, o que representa uma média diária de 134 casos prováveis. Assim, o Estado ultrapassa a marca de 3 mil notificações e chega a 3.125 casos prováveis. Os dados constam no Painel de Monitoramento das Arboviroses, do Ministério da Saúde, com informações atualizados até a última segunda-feira (19).

Até sexta-feira (16), eram 2.713 notificações. O número de mortes em investigação por suspeita de dengue permanece estável em três.

Os casos prováveis são os casos notificados, exceto os casos descartados. Já as mortes em investigação referem-se aos casos prováveis ou confirmados em que a causa do óbito está em análise. 

Entre os 3,1 mil casos prováveis em Mato Grosso do Sul, 992 (31,74%) são sobre casos confirmados. Os demais, 2.133 (68,26%), são notificações em investigação ou ignorado. O coeficiente de incidência da dengue passou de 98,8 para 113,4.

Dicas para evitar a dengue em casa

. (Divulgação, Pixabay)

Mato Grosso do Sul está em alerta para os casos de dengue. De acordo com informações do Governo do Estado, 80% dos focos do Aedes aegypti – transmissor da dengue, zika e chikungunya – estão nas residências, ou seja, a população deve ficar atenta e eliminar os focos do vetor dentro de casa. 

As principais orientações referem-se às medidas que devem ser implementadas nas casas, terrenos e lotes.

Confira as dicas: 

  • Evitar água parada em pneus, latas e garrafas vazias;
  • Cuidar de plantas, vasos, potes e outros objetivos que acumulem água;
  • Realizar a limpeza regular da d’água e sempre mantê-la fechada com a tampa adequada;
  • Verificar calhas, retirando folhas, galhos e o que possa impedir a água de escorrer;
  • Colocar lixo em sacos ásticos e manter a lixeira fechada;
  • Eliminar entulhos do quintal;
  • A água do pote do animal de estimação deve ser trocada com frequência;
  • Eliminar copinhos plásticos, tampas de refrigerante e sacos abertos que possam acumular água;
  • Piscinas que não estiverem em uso devem ser cobertas para evitar a proliferação dos mosquitos;
  • Tampar os ralos;
  • Em caso de obras, ficar atento a equipamentos como lonas, carrinhos de mão e betoneiras para não acumularem água;
  • Fazer limpezas regulares da bandeja externa da geladeira e da bandeja coletora de água do ar-condicionado.

Como usar protetor solar com repelente

Os repelentes também são uma boa medida para evitar a picada de mosquitos. Na embalagem do produto, é possível checar o tempo de proteção e a necessidade de reaplicação. Crianças devem passar produtos que indiquem se é de uso pediátrico.