O acúmulo de água em frente a casa de Isis Rafael, de 69 anos, tem gerado e focos de da dengue. O volume seria de água de piscinas que acabam parando na Rua da Nogueira, no Residencial Flamboyant, em Campo Grande.

A idosa conta que já foi diagnosticada com dengue quatro vezes, sendo a última vez em 2023, por conta dos focos nas poças de água. “Como a Rua Sequoia é mais alta, passavam encanação que deveria ser só água de chuva, mas soltam todo tipo de água. Não é lodo, quando soltam a água é porque as piscinas já estão podres”, disse.

Nas imagens enviadas pelo canal do leitor, há uma sujeira densa na cor verde, que pode ser o produto químico na água de piscina. A reportagem entrou em contato com a prefeitura sobre uma fiscalização e aguarda retorno.

Fale com o Midiamax

Tem alguma denúncia, flagrante, reclamação ou sugestão de pauta para o Jornal Midiamax? Envie direto para nossos jornalistas pelo WhatsApp (67) 99207-4330. O anonimato é garantido por lei.

Acompanhe nossas atualizações no Facebook, Instagram e Tiktok