Vizinhos de um casarão na área nobre da Rua 15 de Novembro, no Centro de Campo Grande, denunciam o abandono do imóvel tomado pelo matagal. Aos fundos, a piscina acumula lodo e água parada em pleno período de campanha contra a dengue.

Uma trabalhadora, que preferiu anonimato, disse que a situação persiste há cinco anos. O local não recebe limpeza há meses, tanto na parte da frente como nos fundos do imóvel de alto padrão. “É um criadouro de mosquitos”, desabafa.

Outra vizinha diz que a maioria dos moradores da região são idosos, que são mais vulneráveis durante a endemia de dengue. “A água chega a estar verde. É um perigo iminente”.

Em nota, a Prefeitura de Campo Grande informou que não foi encontrada nenhuma denúncia ou protocolo referente ao endereço. No entanto, o mesmo entrará dentro do cronograma de atuação da CCEV (Coordenadoria de Controle de Endemias Vetoriais) para ser verificada a existência de potenciais criadouros de mosquito, entre outros animais da fauna sinantrópica.

Confira o vídeo:

Fale com o Midiamax

Tem alguma denúncia, flagrante, reclamação ou sugestão de pauta para o Jornal Midiamax? Envie direto para nossos jornalistas pelo WhatsApp (67) 99207-4330. O anonimato é garantido por lei.

Acompanhe nossas atualizações no Facebook, Instagram e Tiktok.