Mais de 400 Carteiras de Trabalho “esquecidas” em Campo Grande foram encaminhadas pela Funtrab (Fundação do Trabalho) à Superintendência Regional do Trabalho Emprego em Mato Grosso do Sul. As carteiras haviam sido solicitadas entre 2015 e 2020, mas não foram retiradas pelos solicitantes.

Desde 24 de setembro de 2019, a carteira física deixou de ser necessária para a contratação na maioria das empresas. Com isso, a emissão do documento em papel foi suspensa e agora é feita somente no formato digital, o que pode justificar o alto número de documentos ‘esquecidos’.

Vale ressaltar que o aplicativo da CTPS existe desde 2017, mas até então não substituía o documento físico.

Carteira digital

Para quem prefere optar apenas pelo documento digital, basta baixar o aplicativo ‘Carteira de Trabalho Digital’, disponível gratuitamente nas lojas virtuais (Apple Store e Play Store), ou pela Web, por meio do link https://servicos.mte.gov.br/.

Cidadãos que já possuem cadastro no sistema acesso.gov.br só precisam usar o login e senha de acesso no app Carteira de Trabalho Digital.

Conforme a Funtrab, o documento digital traz benefícios como a agilidade na solicitação do documento, acesso à informação de qualificação civil e contratos de trabalho por meio da integração de diversos bancos de dados do Governo Federal.

Além disso, as informações de contrato de trabalho ficam disponíveis 48 horas após o envio dos dados pelo contratante.

Serviço:

Interessados em retirar os documentos em papel devem comparecer à Rua 13 de Maio, nº 3.214, Centro, em Campo Grande. Dúvidas podem ser esclarecidas pelo telefone 135.