Considerado um dos documentos mais importantes do brasileiro, a Carteira de Trabalho é indispensável para a vida laboral. O documento possui todas as suas experiências profissionais e ainda regulamenta a atividade do trabalhador. Com as novas tecnologias, a carteira se tornou digital, no entanto, muitas pessoas ainda desconhecem como funciona o processo. Em MS, todo o procedimento é feito pela Internet e novos cadastros mostram a agilidade do procedimento.

A Funtrab (Fundação do Trabalho de Mato Grosso do Sul) explicou ao Jornal Midiamax que todo o procedimento é feito digitalmente, dessa forma, a emissão física do documento foi suspensa. Então, o trabalhador precisa baixar o app ‘Carteira de Trabalho Digital’, de forma gratuita, pela Apple Store ou Play Store, e preencher o formulário. Outro método é acessar este site via web e realizar o mesmo passo a passo.

Quem já tem cadastro no sistema acesso.gov.br, basta usar seu login e senha de acesso no App Carteira de Trabalho Digital.

O que mudou?

Vale ressaltar que o aplicativo da CTPS existe desde 2017, mas ele não substituía o documento físico. A partir de 24 de setembro de 2019, a carteira física deixou de ser necessária para a contratação na maioria das empresas.

“Para o trabalhador, basta informar o número do no momento da contratação. Para o empregador, as informações prestadas no eSocial substituem as anotações antes realizadas no documento físico, conforme Portaria/MPT nº 671, de 8 de novembro de 2021”, informa o governo.

Ainda conforme o , apenas os trabalhadores contratados por órgãos públicos e organismos internacionais devem utilizar a Carteira de Trabalho em papel. Para obtê-la, o trabalhador deve fazer pedido de atendimento por meio de formulário da Secretaria de Trabalho, disponível neste site.

Processo ágil e gratuito

Para quem ainda tem dúvida, não existe custo para emitir ou utilizar a Carteira de Trabalho digital. Além disso, não é mais necessário comparecer a nenhum posto de atendimento porque a CTPS será disponibilizada de forma totalmente digital.

Além disso, as informações de contrato de trabalho ficam disponíveis 48 horas após o envio dos dados pelo contratante.

Rafaela Reis Bittencourt Mendes, 18 anos, é acadêmica de Jornalismo e nunca trabalhou. Agora, busca sua primeira oportunidades no e já resguardou os seus direitos com a realização da Carteira de Trabalho.

Ela explicou ao Jornal Midiamax que emitiu a sua carteira no dia 14 de dezembro do ano passado.

“O processo foi fácil! Na verdade, eu achei estranho, pois quando eu pesquisei para fazer, ela já estava emitida. O processo on-line é muito fácil, você tem que baixar o aplicativo do CTPS e se cadastrar para ter a carteira digital. Hoje as carteiras são digitais, então, eu não possuo ela física. Foi na hora que eu já tive ela e no próprio aplicativo você pode fazer um PDF com os dados”, ressalta a jovem.

Mendes ainda reforça que não precisou desembolsar nenhum valor porque todo o serviço foi gratuito. A modalidade vem para facilitar a vida dos trabalhadores, que podem ter o documento sempre em mãos para fazer consultas.

Minha Carteira de Trabalho é impressa e agora?

Trabalhadores que já possuíam a CTPS impressa devem guardá-la, visto que o documento continua a comprovar o tempo de trabalho anterior.

Então, para todos os contratos de trabalho, todas as anotações como férias, salário, etc., estão disponíveis eletronicamente. Para outras dúvidas, acesse o site do Governo Federal neste link ou entre em contato com a Funtrab-MS para ser encaminhado ao procedimento digital.

Saiba Mais