A (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) publicou nesta segunda-feira (28) os editais do Vestibular e Passe (Programa de Avaliação Seriada Seletiva) para ingressos de 2024. Neste ano, além de novos cursos, a taxa de inserção teve prazo ampliado e novas seleções para atletas e medalhistas de Olimpíadas.

Ao todo são 10.530 oportunidades para ingresso no ensino superior. Para as seletivas deste ano, foram inclusos dois novos cursos: de ciências biológicas, em Três Lagoas, e pedagogia intercultural indígena, em Aquidauana.

Segundo o reitor Marcelo Turine, atualmente são 30 mil alunos matriculados nos câmpus do Estado, desde 2016, foram ampliadas 15 mil vagas. O objetivo é chamar atenção de novos estudantes que saem do ensino médio em busca de oportunidades.

“70% dos nossos estudantes são de Mato Grosso do Sul, mas muitos se formam e vão para outros estados. Aumentamos o prazo de isenção. A gente espera que os estudantes olhem cada vez mais para MS, que é a maior e melhor do Estado. Percebemos mudança ao longo do tempo, hoje temos 800 alunos indígenas matriculados, é um processo mais maduro dos nossos editais. No ano passado tivemos 18 mil inscrições para o vestibular e 10 mil para o Passe, nossa expectativa é que aumente este ano”.

Inscrição

As inscrições estarão abertas da próxima segunda-feira (4) a 16 de novembro, por este link. A (Fundação de Apoio à Pesquisa, Ensino e à Educação) será responsável pela regulação do concurso.

A taxa de inscrição será de R$ 100, com ampliação no período de pedido de isenção, de 4 de setembro a 10 de outubro. Podem solicitar doadores de médula óssea e cadastrados no CadÚnico (Cadastro Único).

Outra novidade anunciada acontece no período de andamento do edital, quando o inscrito precisava mudar o curso ou local da aplicação da prova. Neste ano, o candidato poderá alterar dados, como onde deseja fazer a prova ou o curso.

Dourados não tem um polo da UFMS, mas os inscritos podem selecionar o município para aplicação da prova, que será feita na (Universidade Federal da Grande Dourados).

Vestibular

Os editais já estão disponíveis no site da universidade. Para o Vestibular UFMS, serão 7.376 vagas distribuídas em 125 cursos nos 10 municípios, de forma presencial e on-line. Esta seletiva oferta 60% das 10,5 oportunidades.

Podem participar estudantes de ensino médio completo ou em fase de conclusão até o período de matrículas. Os interessados no estilo treineiro podem faz a prova, entretanto, não terá direito a vagas.

A reserva de cotas é prevista em lei para candidatos pretos ou pardos e/ou PcD (Pessoa com Deficiência). Ambos devem apresentar declarações de veracidade e passar por banca de avaliação.

Passe UFMS

O Passe conta com 1.080 vagas para estudantes do ensino médio, dividido em três etapas:

  • 1º etapa – Os estudantes concluintes do 1º ano do ensino médio regular ou do 2º ano do ensino médio técnico com duração de 4 anos.
    2º etapa – Os estudantes concluintes do 2º ano do ensino médio regular ou do 3º ano do ensino médio técnico com duração de 4 anos.
  • 3º etapa – Os estudantes concluintes do 3º ano do ensino médio regular ou do 4º ano do ensino médio técnico com duração de 4 anos.

As provas acontecem no dia 10 de dezembro, com conteúdo programático adaptado ao novo ensino médio.

Sisu

As provas para o Sisu (Sistema de Seleção Unificada) acontecem nos dias 5 e 12 de novembro. São 2.074 oportunidades. Esta modalidade recebe inscrição gratuita de quem prestou a última edição do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio). A média pontuada na prova é um “cartão de entrada” para a universidade.

Processo seletivo para atletas e medalhistas de Olimpíadas

Um novo leque oportuniza uma chance para ingresso na UFMS para quem pratica esportes ou tem um histórico em competições científicas. Sem ligação com os vestibulares, cerca de 110 vagas serão oferecidas nesta modalidade. Serão 105 para atletas e 105 para competições olímpicas. A expectativa é que o edital seja publicado em novembro.

“Estamos definindo com o MEC (Ministério da Educação) os cursos que podem ser oferecidos nessa modalidade. Será uma forma de fortalecer os alunos estimulados na ciência, pesquisa e matemática. Por exemplo, atletas de alto rendimento que representam Mato Grosso do Sul, às vezes, não conseguem se dedicar ao vestibular ou aquele aluno com currículo diferenciado e medalhas olímpicas. Serão chances de entrarem na UFMS”, detalhe Turine.

Conteúdo para provas

Segundo a UFMS, para atender o corpo estudantil, a Fapec lançou o livro “Texto dissertativo-argumentativo: construções e articulações”, como método de aprendizagem para a redação. O conteúdo está disponível neste link.

Foram selecionadas 16 redações, que contribuirão para que os candidatos entendam a construção de um bom texto. É um planejamento futuro ter a versão impressa. A avaliação é composta por 60 questões objetivas de múltipla escolha e redação.