As fortes rajadas de vento, que causaram destruições em na área rural de , região sul do Estado, bem como os municípios de , , Novo Horizonte do Sul, e Anaurilândia, na parte leste, chegaram a 106,2 km/h, conforme o meteorologista Natálio Abraão.

Neste último município, os moradores tinha acabado de usufruir do Centro de Exposição Mauricio Thomazini, onde houve a Festa do Peão no fim de semana, quando o temporal e a ventania chegaram com tudo, destruiu parte da estrutura, na noite dessa segunda-feira (13).

Veja vídeo mostrando os danos em Anaurilândia:

Por: Idelfonso Alves – Redação: JCA ANAURILÂNDIA

A reportagem entrou em contato com o prefeito do município, Edinho Takazono (PSDB), ligando no celular dele três vezes, porém, as ligações não foram atendidas. A Defesa Civil também foi acionada e estamos aguardando o retorno do responsável.

Ainda de acordo com o meteorologista, as velocidades do vento nestes municípios estavam variando entre 54km/h e 76km/h. No entanto, em , chegou a 106,2 km/h e Anaurilândia a informação é que a ventania beirou a 100 km/h.

“O registrou apontou que, em Anaurilândia, haviam trovoadas com chuva rápida. Foram 4,2mm.. Na ocasião, a temperatura estava 33,9°C e caiu para 23,4°C. Já o vento era de 58 km/h neste momento. Mas, neste caso em que apontaram 100 km/h, tem uma explicação: as velocidades do vento são indicadas pelo sensor de direção e velocidade. No entanto, muitas vezes o sensor não está onde ocorre a velocidade e, com isso, só podemos definir onde está o sensor. Já onde não tem, só mesmo por hipótese ou equação matemática mesmo”, explicou Abraão.

Saiba Mais