O CRS (Centro Regional de Saúde) do Coophavila, em , foi invadido pela água durante o temporal que atingiu a Capital na tarde desta quinta-feira (31). O local está no cronograma de reformas da (Secretaria Municipal de Saúde).

Segundo leitora do Jornal Midiamax, durante a chuva a água começou a entrar pelo telhado e as goteiras tomaram conta. “Molhando tudo aqui dentro; Está um caos, não tem onde as pessoas ficarem. Está tudo molhado aqui”, relata.

Em nota, a Sesau alegou que houve o extravasamento da calha provocando a infiltração de água. “Apesar dos transtornos, não houve prejuízo no atendimento aos pacientes”, diz o texto.

Segundo a pasta, o local foi sinalizado e assim que a chuva parou, a limpeza da unidade foi realizada. “Importante ressaltar que tal situação foi pontual, no entanto o CRS Coophavilla está dentro do cronograma de intervenções estabelecido pela Sesau para fazer o reparo de problemas estruturais crônicos, o que deve resolver em definitivo ocorrências como esta”, finaliza a nota.

Confira o vídeo da situação:

Temporal em Campo Grande

Diversas ruas de Campo Grande ficaram alagadas com o temporal do início da tarde. Há relatos de moradores em diversas regiões da cidade, desde o centro até o bairro Los Angeles.

Informações preliminares do Cemtec/MS (Centro de Monitoramento do Tempo e Clima de MS), são de 31 milímetros de chuva registrados até às 14h no Upa Universitário e rajada de ventos de 68 km/h.

Leitora do Jornal Midiamax mora na José Peixoto, no bairro Los Angeles, e viu a rua virar um verdadeiro rio após poucos minutos de chuva. A Avenida Três Barras ficou totalmente alagada, conforme imagem enviada por leitores.

No bairro Rouxinóis, a Rua Carlos Gardel também foi tomada pela água da chuva. “Toda vez que chove é assim”, conta do Jornal Midiamax. No Iraci Coelho, a chuva também encobriu o asfalto.

Além disso, diversos leitores informaram falta de energia na região da Vila Piratininga. A Energisa ainda faz levantamento do bairros. Vídeo em Time Lapse mostra tempo fechando e temporal no centro de Campo Grande.

Ventania

Durante a ventania e chuva, grande parte de uma árvore não aguentou e caiu na Rua Arquipélagos, no Bairro Coophavila, bloqueando totalmente a passagem de veículos pela via.

A chuva e os ventos fortes deixaram dois trabalhadores presos em um andaime, a aproximadamente 30 metros de altura, no Bairro Santa Fé. Os homens realizavam serviço de pintura, quando foram surpreendidos pela chuva com ventos.

De acordo com testemunhas, os trabalhadores estavam no andaime e não conseguiam descer por conta da ventania. A Defesa Civil de emitiu alerta para a possibilidade de chuvas intensas. A orientação é para que as pessoas se abriguem em lugares seguros e em caso de emergência ligar para 190 ou 193.