Um levantamento divulgado pelo TRE (Tribunal Regional Eleitoral) mostra que quase 10 mil eleitores de Dourados estão com títulos cancelados e podem ficam sem direito ao voto em 2024, caso não seja feita a regularização.

Os eleitores douradenses fazem parte de um total de 36,5 mil pessoas que deixaram de fazer o cadastramento biométrico. A exigência passou a vigorar em 2018 e se tornou obrigatória em 2020.

Entretanto, em virtude da pandemia, a exigência abou suspensa. A partir de agora ela entra novamente em vigor, e tem como finalidade a revisão do eleitorado brasileiro.

Em a revisão ocorreu em 28 localidades, entre elas Dourados. Nos dois cartórios da cidade a soma dos títulos cancelados é de 9.860, conforme divulgação do TRE.

Saiba Mais