Chega a oito o número de mortos em decorrência de este ano em Mato Grosso do Sul. As três últimas confirmadas pela SES (Secretaria Municipal de Saúde) são de , cidade com alta incidência para a doença.

Dados do boletim epidemiológico mostram que a última morte confirmada por dengue é de uma mulher de 75 anos, que não tinha comorbidades. Ela morreu dois dias após o início dos sintomas.

As outras duas mortes do município são uma mulher de 39 anos, que morreu oito dias após o início dos sintomas. E um homem de 64 anos que morreu 11 dias depois do início dos sintomas e tinha comorbidades.

Alta incidência de dengue no Estado

Mato Grosso do Sul tem 9.296 casos confirmados de dengue apenas em 2023. Os dados prováveis da doença passam de 20 mil, segundo os dados da SES. Outras outras quatro mortes estão em investigação.

Os números de casos de dengue de 2023 já superam os de 2021, quando foram registrados 8.027 casos e 14 mortes durante todo o ano.

Mato Grosso do Sul tem alta incidência da doença, bem como outras 49 cidades, conforme dados do boletim da SES.

Saiba Mais