Um recém-nascido de e outro de 1 ano de Sonora, a 361 km da Capital, estão entre as oito novas vítimas do vírus da gripe em Mato Grosso do Sul, no intervalo de uma semana. Desde o início do ano, conforme o novo boletim epidemiológico, são 22 mortes causadas pelo vírus no Estado.

De acordo com o boletim da SES (Secretaria Estadual de Saúde), as duas crianças morreram em decorrência do vírus Influenza B. O recém-nascido faleceu no último domingo (7) e sofria de prematuridade extrema. Já o bebê de Sonora não tinha nenhuma comorbidade e morreu no dia 14 de abril.

Além dos dois garotos, uma menina de sete anos de Tacuru, a 422 km de Campo Grande, que sofria de doença renal crônica aparece na de vítimas da Influenza B. 

As demais vítimas eram um homem de 78 anos de Corumbá, uma mulher de 78 anos e um homem de 37 anos de , e um homem de 75 anos de Campo Grande. O oitavo óbito não teve divulgada pela Saúde do Estado.

Até a semana passada, o Estado tinha 14 mortes pela doença.

Internações cresceram quase 15%

As hospitalizações por SRAG (Síndrome Respiratória Aguda Grave) em Mato Grosso do Sul subiram na última semana, saindo de 2.615 para 3.006 internações, o que representa crescimento de 14,95%. Das mais de 3 mil internações neste ano, 194 são em decorrência do vírus da Influenza. 

Paraíso das Águas é o município com maior incidência de SRAG, com 20 registros desde o início de 2023, o que representa 347,8 casos a cada 100 mil habitantes. (309,7) e Chapadão Sul (252,8) vêm em seguida. 

Campo Grande está na 16ª posição, com 1.333 notificações, o que equivale a 145,5 casos a cada 100 mil habitantes. As crianças com até nove anos de idade ainda representam mais da metade das internações por SRAG do Estado, com a fatia de 59% dos casos. 

Vacinação em Campo Grande

A vacina contra a gripe começa a ser aplicada em toda a população com idade acima de seis meses a partir desta quinta-feira (11) em Campo Grande. Antecipação ocorre devido à baixa procura da imunização por parte dos grupos prioritários.

Conforme a , a vacinação contra a gripe está disponível durante a manhã e tarde em mais de 70 unidades básicas e de saúde da família (UBSs e USFs) espalhadas pelas sete regiões urbanas e distritos do município. Interessado deve portar o documento pessoal para conseguir a dose.