Em , cidade localizada 330 km de Campo Grande, produtores rurais enfrentam novamente problemas com a mosca da cana, Stomoxys calcitrans, também conhecida como mosca-dos-estábulos.

Há alguns anos os produtores sofrem com estes insetos, que afetam inclusive na produção do leite, por conta do estresse causado nos animais. A princípio o acúmulo de vinhaça da Atvos, o resíduo da cana no processo de obtenção do etanol, seria o responsável pelo reaparecimento das moscas.

No vídeo é possível ver a quantidade de moscas incomodando gados. Os produtores estão preocupados com o ataque que pode causar até a morte de alguns deles.

Usina

Em nota, a assessoria da Unidade Costa Rica da Atvos esclarece que vem intensificando a adoção de medidas mitigatórias para prevenção e controle das moscas-dos-estábulos, realizadas a partir de estudos e pesquisas técnicas respaldados por consultores e empresas especializadas no assunto.

“A Unidade cumpre integralmente o Plano de Aplicação de Vinhaça (PAV) e, ainda, realiza o monitoramento populacional das moscas, pulverização controlada em áreas no entorno das lavouras agrícolas, dentre outras iniciativas para garantir um manejo sustentável e com o objetivo de reforçar o controle do inseto em suas áreas de atuação. Além disso, a companhia realiza de forma permanente visitas periódicas em áreas de seus parceiros e fornecedores para identificar e acompanhar a efetividade das medidas adotadas por eles no combate às moscas-dos-estábulos”, disse a assessoria.

Reunião

Em julho deste ano, foi realizada uma reunião do Poder Judiciário, Ministério Público, Imasul (Instituto de de Mato Grosso do Sul), (Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal), prefeitura de Costa Rica, representantes dos produtores e da usina.

Na época, a empresa informou que a Unidade Costa Rica da Atvos disse que estava intensificando a adoção de medidas mitigatórias para prevenção e controle das moscas-dos-estábulos, realizadas a partir de estudos e pesquisas técnicas respaldados por consultores e empresas especializadas no assunto.

Vídeo do site MS TODO DIA