Chuva registrada em na tarde de quarta-feira (19) foi anúncio de tendência que deve predominar em a partir da próxima semana. Segundo avaliação meteorológica, os últimos dias de outubro e início do mês de novembro devem ser de temporais no Estado.

“O mês de outubro fechará com intensas e trovoadas isoladas e chances de fortes e granizos”, afirmou o meteorologista Natálio Abrão. De acordo com ele, a região sul, entre e Sete Quedas, deve ser a mais afetada pelos temporais.

Apesar da mudança repentina no cenário, as altas temperaturas e chuvas abaixo da média vão se manter na área Centro-Norte. 

Prepare-se

Ainda conforme o meteorologista, os primeiros dias de novembro serão de temporais. “Pode se preparar, começo de novembro, dias 1 e 2, serão com chuvas, trovoadas, raios, ventos e 65 quilômetros por hora e enchentes”, finaliza. 

Enquanto a virada de tempo não se instala, cidades de Mato Grosso do Sul continuam registrando altas temperaturas. Ontem (18), apesar de breve chuva, Campo Grande registrou a maior temperatura do ano, 37,8°C com sensação térmica de 42°C. O recorde anterior aconteceu no dia 22 de setembro, quando os termômetros bateram 37,6°C.

O calor também passou dos 40°C em cinco cidades de Mato Grosso do Sul: CoximPedro Gomes, Nhumirim (Pantanal), Água Clara.