A (Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal) lacrou e suspendeu as atividades do frigorífico Beta Carne, localizado em Campo Grande, por problemas sanitários. Contra o fechamento, cerca de 100 funcionários do frigorífico protestam em frente à sede da Iagro, próximo ao Lago do Amor, na manhã desta quarta-feira (29).

A reportagem apurou que o frigorífico está com atividades suspensas desde o dia 23 de novembro após duas inspeções realizadas nos últimos meses.

Segundo o presidente da CUT-MS (Central Única dos Trabalhadores de Mato Grosso do Sul), Vilson Gregório, os representantes da categoria estão no prédio da instituição aguardando uma reunião com a direção da pasta.

Para a CUT, a das atividades no frigorífico, que está localizado na Chácara das Mansões, pode causar uma demissão em massa dos trabalhadores do local.

“Fecharam dizendo que o pátio está sujo e que tem inseto na parede”, descreveu um funcionário, que preferiu anonimato.

Ainda não há detalhes sobre os problemas constatados pela Iagro que resultaram na suspensão das atividades do frigorífico.

Frigorífico já atrasou salários

Não é a primeira vez que a empresa enfrenta problemas para funcionamento, em julho deste ano, os funcionários paralisaram reivindicando o pagamento do do mês, que estava em atraso.

O processo trabalhista instaurado por atraso de salário, que segue em trâmite no MPT (Ministério Público do Trabalho), detalha que há 119 postos de trabalho direito e 250 abates de cabeça de gado por dia.

A reportagem entrou em contato com a assessoria de comunicação da Iagro e aguarda um posicionamento. A empresa também foi acionada, mas não retornou as ligações. O espaço segue aberto para manifestação.

Saiba Mais